Resumão Tóquio 2020 - Dia 8 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Resumão Tóquio 2020 - Dia 8

Compartilhe

 






 


Na primeira sessão no segundo dia de atletismo, os destaques do Brasil ficaram para Thiago Braz, que avançou para a final do salto com vara e mantém o sonho do bi olímpico vivo e Izabela da Silva, que se classificou para a final do lançamento de disco. Na sessão noturna, Paulo André foi o único destaque braisleiro ao avançar para a semifinal dos  100m rasos com 10s17.

Nos 100m rasos feminino, um pódio completo da Jamaica, com Elaine Thompson-Herah se tornando bi olímpico e quebrando recorde olímpico de Florence Griffith-Joyner que durava 33 anos. No lançamento de disco masculino, tivemos dobradinha da Suécia no pódio, com Daniel Stahl ficando com o ouro e Simon Pettersson, a prata. 

A Polônia surpreendeu e conquistou o ouro no revezamento 4x400m misto, prova que fez sua estreia no programa olímpico. A República Dominicana ficou com a prata e os Estados Unidos com o bronze. 




Lee Wang e Wang Chi-Lin (TPE) ganharam o título inédito nas duplas masculinas. Eles surpreenderam e venceram a dupla chinesa Li Jun Hui/Liu Yu,  que ficaram com a prata. O bronze foi para Aaron Chia/Soh Wool Wok (MAS).

Foram definidas as finais  do torneio de simples e de duplas feminina - Chen Yu Fei (CHN) enfrenta  Tai Tzu-Ying (TPE) e Chen Qing Chen/Jia Yi Fan (CHN) enfrentam Greysa Polii/ Apriyani Rahayu (INA)




No Grupo B a Austrália bateu a Alemanha por  89 a 76 e confirmou o o primeiro lugar do grupo. A Itália venceu a Nigéria por 80 a 71 e ficou na segunda colocação. Os Alemães ficaram em terceiro.




No grupo A, os japoneses derrotaram o México por 7-4 e Pelo grupo B, os Estados Unidos superaram a Coreia do Sul por 4-2. Após o final da fase de grupos, EUA e Japão vão direto para a fase de quartas de final. Enquanto as demais equipes entram na primeira fase eliminatória. República Dominicana joga contra a Coreia do Sul no jogo entre segundos colocados, enquanto Israel e México duelam no confronto de terceiros colocados.


O boxeador Wanderson de Oliveira garantiu vaga nas quartas de final da categoria até 63kg do torneio olímpico de boxe, em Tóquio, após derrotar Dzmitry Asanau (BLR) por 3 a 2 e está a uma vitória da medalha olímpica. 

E temos a primeira final olímpica definida do boxe - Nesthy Petecio (PHI) e Irie Sena (JPN) decidirão o ouro da categoria até 57kg do boxe feminino



A primeira fase do ciclismo BMX Freestyle  começou neste sábado, com Hannah Roberts (USA) sendo a entre as mulheres com a nota de 87.70 e Logan Martin (AUS) o melhor entre os homens, com a nota de 90.97 




O Comitê Olímpico Russo (ROC) faturou a medalha de ouro na competição feminina do sabre por equipes no penúltimo dia da esgrima em Tóquio-2020, a segunda consecutiva. Na decisão, as russas derrotaram a França por 45 a 41. A medalha de bronze ficou com a Coreia do Sul, que derrotou a Itália por 45 a 42. 


 
A outra semifinal será entra a Espanha, que precisou da prorrogação para despachar a Costa do Marfim por 5 a 2 e o Japão, que eliminou a Nova Zelândia nos pênaltis após empate por 0 a 0.    


 Ivan Livitonovich venceu a final masculina da ginástica de trampolim. O jovem atleta de Belarus ficou à frente do chinês Dong Dong por 0.480 pontos. O bronze foi para Dylan Schmidt da Nova Zelândia.



Xander Schauffele segue na liderança do torneio olímpico de golfe após o término da terceira rodada. Ele tem quatorze tacadas abaixo do par do campo e efetuou dois eagles, seis birdies e dois bogeys neste sábado (31).

Quem segue o estadunidense de perto é o golfista da casa e campeão do Masters, Matsuyama Hideki. Com 13 abaixo do par, o atleta japonês teve cinco birdies e apenas um bogey e vai para o último dia de competição no gole masculino, com chances enormes de medalha. 

Na luta momentânea pelo bronze, aparecem Ao britânico Paul Casey e o mexicano Carlos Ortiz, ambos com 201 tacadas ao todo e -12 abaixo da previsão.


O Brasil lutou, mas perdeu para Suécia por 34 a 31 no torneio olímpico de handebol feminino. Agora,  seleção tem que obrigatoriamente vencer ou empatar contra a França nesse confronto direto pela vaga última rodada para se classificar para as quartas de final. pelo mesmo grupo, Comitê Olímpico Russo (ROC) venceu a França por 28 a 27 e se classificou para as quartas de final. Hungria conquistou sua primeira vitória ao bater a Espanha por 29 a 25 e ainda segue na luta pela classificação.

Pelo grupo A,  Noruega derrotou Países Baixos por 29 a 27 e se garantiu em primeiro da chave, as neerlandesas também estão classificadas para a próxima fase. Nas outras partidas, Angola ganhou do Japão por 28 a 25 e Montenegro derrotou a Coreia do Sul por 28 a 26.



Definidas as quartas de final do torneio feminino de hóquei na grama. No Grupo A, Países Baixos, Alemanha, Grã-Bretanha e Índia garantiram vaga enquanto no grupo B, Austrália, Espanha, Argentina e Nova Zelândia se classificaram. os confrontos das quartas de final ficaram assim:

Países Baixos x Nova Zelândia
Alemanha x Argentina
Espanha x Grã Bretanha
Austrália x Índia





Foi encerrado  o adestramento no concurso completo de equitação no hipismo, com Marcelo Tosi como o brasileiro melhor colocado, na 21ª posição. Rafael Losano foi o 43º com 36 pontos e Carlos Parro está em 44º com 36.10 pontos. Por equipes o Brasil está em 11º, com 103.60 pontos. Michael Jung (GER) é o líder no individual com 21.10 pontos





A França venceu o primeiro ouro por equipes do judô nos Jogos Olímpicos. Os franceses surpreenderam e venceram o duelo final contra o Japão por 4 a 1, um verdadeiro 'budokanazzo'. Israel e Alemanha ficaram com as medalhas de bronze.

Já o Brasil acabou eliminado na repescagem por Israel, ficando sem medalhas na competição por equipes e encerrando sua participação no judô com 2 bronzes, conquistados por Daniel Cargnin e Mayra Aguiar



O Catar conquistou seu primeiro ouro olímpico da história. Fares El-Bakh venceu na categoria até 96kg do levantamento de pesos. De quebra, o catari ainda conseguiu levantar 225kg no arremesso, quebrando o recorde olímpico.  A prata foi para a Venezuela com Keydomar Vallenilla e o bronze para a Geórgia com Anton Pliesnoi.

Lyu Xiaojun ficou com a medalha de ouro na categoria até 81kg do levantamento de pesos. Zacarias Bonnar (DOM) ficou com a prata e Antonio Pizzolato (ITA), bronze. 



Bruno Fratus fez o terceiro melhor tempo nas semifinais dos 50m livre masculino e avançou para a final, ficando atrás apenas de Caeleb Dressel (USA) e Florent Manadou (FRA). Dressel, inclusive foi ouro nos 100m borboleta e com direto recorde mundial. 

O terceiro duelo entre Katie Ledecky e Ariarne Titmus terminou com a vitória da estadunidense nos 800m livre e Kayle McKewon (AUS) venceu os 200m borboleta. Já no revezamento 4x100m medley misto, a Grã Bretanha levou o ouro, seguido de China e Austrália. 

 

Definidas as oito seleções que vão disputar as quartas de final do torneio masculino de polo aquático. No Grupo A, Grécia, Itália, Hungria e Estados unidos se classificaram enquanto no grupo B, Espanha, Croácia, Montenegro e Sérvia garantiram vaga na fase final. Segunda (2) teremos a última rodada, que servirá para definir os confrontos das quartas de final. 






O Brasil venceu o Japão por 21 a 12 na disputa do décimo primeiro lugar e teve uma despedida honrosa do torneio feminino. Quem ficou com o ouro foi a Nova Zelândia, que venceu a França por 26 a 12. Pelo bronze, Fiji derrotou a Grã-Bretanha por 21-12 e conquistou a primeira medalha feminina da história do esporte fijiano.




Luisa Stefani e Laura Pigossi fizeram história ao salvar 4 match points, virar o jogo contra Kudemertova/Vesnina (ROC) e ficar com a medalha de bronze nas duplas, uma medalha inédita para o tênis brasileiro. 

 O bronze do simples masculino ficou com Pablo Carreño Busta (ESP), que derrotou Novak Djokovic (SRB) por 2 sets a 1. Alegando dores nas costas, o sérvio não participou da disputa bronze das duplas mistas e vai sair de Tóquio sem ter conqusitado o golden slam e sem nenhuma medalha na coleção. Ashley Barty e John Peers (AUS) ficaram com o bronze.

O torneio de simples feminino terminou com Belinda Bencic (SUI) conquistando o ouro, após derrotar Marketa Vondrousova (CZE). O Bronze ficou Elina Svitolina (UKR) 




O brasileiro Marcus Vinicius D'Almeida perdeu para Mauro Nespoli da Itália por 6 a 0 (29-28;28-26;29-25)  nas oitavas de final do torneio individual e foi eliminado. Marcus igualou o melhor resultado Tiro com arco do Brasil em olimpíadas. O ouro ficou com o turco Mete Gazoz, que venceu Nespoli na decisão. O japonês Furukawa Takaharu ficou com o bronze.



A Espanha conquistou o ouro na fossa olímpica por equipes mistas, prova do tiro esportivo, em cima de San Marino. A final deu ao pequeno país completamente envolto pela Itália a segunda medalha olímpica de sua história e o primeiro ouro da Espanha nestes Jogos. Já os Estados Unidos levaram o bronze.

Na carabina 50 metros em três posições feminina, Nina Christen (SUI) levou o ouro. As medalhas de prata e bronze ficaram com Yulia Zykova e Yulia Karimova, ambas do Comitê olímpico russo (ROC).


A Grã-Bretanha conquistou o ouro na prova do revezamento misto do triatlo, novidade no programa da modalidade. O país tomou a liderança prova a partir do segundo atleta e não soltou mais. Estados Unidos e França completaram o pódio.



Martine Grael e Kahena Kunze deram um grande passo rumo ao segundo ouro olímpico, assumindo a vice-liderança da 49er FX apenas restando a regata da medalha. Assim como no Rio de Janeiro, elas dependem apenas de si mesmas para conquistarem o ouro olímpico.

Tivemos medalha saindo no RS:X, com Kiran Badloe - e seu cabelo homenageando o desenho Avatar, a lenda de Aang, dos Países Baixos, venceu no masculino e Lu Yunxiu, da China, faturou o ouro no feminino - a brasileira Patrícia Freitas terminou em décimo lugar.

Na Nacra 17, Samuel Albretch/Gabriela Nicolino subiram para nono lugar no campeonato enquanto Marco Grael e Gabriel Borges terminaram as regatas normais em décimo sexto e ficaram de fora da regata da medalha na 49er. Jorge Zarif está em décimo quarto na classe Finn



Sem Macris, contundida, o Brasil venceu a Sérvia por 3 a 1 e garantiu além da classificação, o primeiro lugar do grupo. Nos outros jogos do grupo, a República Dominicana venceu Quênia por 3 sets a 0 e a coreia do Sul venceu o Japão por 3 sets a 2. 

No grupo B, a surpresa foi a Eliminação da atual campeão olímpica China, que mesmo com a vitória por 3 sets a 0 em cima da Itália conseguiu se salvar. ROC venceu os Estados Unidos por 3 a 0, mesmo placar da vitória da Turquia sobre a Argentina.
  


Ana Patrícia e Rebecca tiveram sua segunda derrota na fase de grupos do vôlei de praia feminino, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Elas foram superadas pela parceria estadunidense de Kelly Claes e Sarah Sponcil, de virada, por 2 sets a 1 e parciais de 17-21, 21-19 e 15-11. 

Apesar da derrota, a dupla brasileira se classificou para as oitavas de final, onde vão enfrentar no domingo em Tóquio Wang/Xia (CHN). Já Ágatha/Duda enfrentam Ludwig/Kozuch (GER),  um reencontro entre Ágatha e Ludwig, finalistas na Rio 2016, com a alemã se saindo melhor e levando o ouro.

Nas oitavas de final do masculino, Evandro e Bruno Schmidt enfrentam Plavins/Tocs (LAT) e Alison e Álvaro, jogam contra Gaxiola/Rubio (MEX)


Confira abaixo o quadro de medalhas após 8 dias de competição:



Nenhum comentário:

Postar um comentário