Resumão Tóquio 2020 - Dia 6 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Resumão Tóquio 2020 - Dia 6

Compartilhe



A Espanha é a primeira classificada no basquete feminino após bater a Sérvia por 85 a 70. No mesmo grupo, o Canadá derrotou a Coreia do Sul por 74 a 53 e se manteve na briga para classificar. Pelo torneio masculino, os espanhóis venceram a Argentina por 81 a 71. Já a Eslovênia bateu o Japão por 116 a 81 e encaminhou a classificação para as quartas de final



Em um jogo muito difícil, a Coreia do Sul precisou da entrada extra para derrotar Israel na sua estreia no torneio olímpico.


Hebert Conceição (75kg) venceu Tuoheta Erbieke (CHN) - 3 a 2 na decisão dos juízes e assegurou vaga nas quartas de final, em Tóquio. Já Graziele de Jesus enfrentou Tsukimi Nakimi (JPN) e acabou sendo derrotada por decisão unanime dos juízes.



Primeira atleta brasileira a chegar numa final olímpica da canoagem slalom, Ana Sátila encerrou sua jornada nos Jogos de Tóquio com a décima colocação no C1. A australiana Jessica Fox ficou com o ouro na prova.



O brasileiro Renato Rezende, que conseguiu três boas descidas nas quartas de final e se classificou para as semifinais do BMX Racing.Priscila Stevaux ficou em último em suas descidas e foi eliminada. 



O Comitê Olímpico Russo faturou a medalha de ouro na disputa feminina por equipes do florete, em mais um dia de finais da esgrima. Na decisão, as russas derrotaram a França pelo placar de 45 a 34. 

Campeã olímpica em Londres 2012, última vez que foi disputada a competição na Olimpíada, a equipe da Itália derrotou os Estados Unidos pelo placar de 45 a 23 e ficou com a medalha de bronze.


Rebeca Andrade conquistou a medalha de prata na final do individual geral da ginástica artística feminina. A brasileira fez boas apresentações em todos os aparelhos e terminou 0.135 atrás de Sunisa Lee, dos Estados Unidos, que levou o ouro. O bronze ficou com Angelina Melnikova, do Comitê Olímpico Russo. Essa é a primeira medalha olímpica da história da ginástica feminina do Brasil.



Sepp Straka é o líder do torneio olímpico de golfe após a disputa da primeira rodada. O austríaco fez oito birdies e terminou o dia com oito tacadas abaixo do par do campo e uma jogada de vantagem para o tailandês Jazz Janewattananond, vice-líder com -7. 

Único país com quatro representantes em campo, os Estados Unidos tem Xander Schauffele e Patrick Reed como melhores golfistas no momento, empatados na 12ª colocação, ambos com -3.  


A seleção brasileira feminina perdeu para a Espanha no torneio de handebol feminino por 27 a 23. As Leoas vinham de vitória importante contra a Hungria e ainda estavam invictas na competição. Nos outros jogos do grupo B,  o Comitê Olímpico Russo venceu a Hungria por 38 a 31 e Suécia e França empataram em 28 a 28.

No grupo A, Os Países Baixos venceram Angola por 38 a 27 , a Coreia do Sul venceu o Japão por 27 a 24 e a Noruega venceu Montenegro por 35 a 23.






Mayra Aguiar fez história no judô. A brasileira conquistou o bronze na categoria até 78kg e se tornou a primeira judoca a subir ao pódio em três olimpíadas seguidas. Além disso, Mayra se tornou também a mulher brasileira com mais medalhas individuais em Jogos Olímpicos ao lado de Fofão, com os bronzes em Londres, no Rio e em Tóquio.

A medalha veio após uma vitória contra Yoon Hyun-ji, da Coreia do Sul. Mayra imobilizou a adversária para conseguir um ippon.


O brasileiro Guilherme Costa, conhecido como "Cachorrão", foi o oitavo colocado na final dos 800m livre. O ouro ficou com Robert Finke (USA). Também tivemos o ouro de Sabre Cook (AUS) nos 200m peito masculino, Zhang Yufei (CHN) nos 200m peito feminino e  Caeleb Dtessel (USA) nos 100m livre, com direito a novo recorde olímpico 47s02. Já a China surpreendeu e venceu o 4x200m livre feminino com direto a novo recorde mundial - 7m40s33.

Caeleb Dressel igualou o recorde olímpico dos 100 metros borboleta, empatando com Joseph Schooling, de Singapura. Com três atletas e um revezamento caindo na água, o Brasil não conseguiu avançar a nenhuma final.


 
Grécia e Itália garantiram as suas vagas nas quartas de final do torneio olímpico de polo aquático masculino. Pelo grupo A, a Itália tirou a invencibilidade dos Estados Unidos com uma vitória por 12-11.No mesmo grupo, a Grécia sofreu pra vencer o Japão por 10-9 e a Hungria fez 23-1 na África do Sul.

No grupo B, a líder Espanha bateu o Cazaquistão por 16-4,  A Croácia se recuperou da derrota para os australianos e ganhou de Montenegro por 13-8, enquanto a atual campeã olímpica Sérvia derrotou a Austrália por 14-8.


Os irmãos croatas Martin e Valent Sinkovic levaram o ouro na prova masculina do dois sem, marcando o tempo de 6:15.29. No feminino, o ouro ficou com as neozelandesas Grace Prendergast e Kerri Gowler

Na prova masculina do skiff duplo peso leve, os irlandeses Fintan MacCarthy e Paul O'Donovan confirmaram o favoritismo e levaram o ouro da prova com o tempo de 6:06.43, No feminino, Valentina Rodini e Federica Cesarini venceram a prova do skiff duplo peso leve, sendo as primeiras mulheres do país a conquistarem a medalha de ouro olímpica na modalidade.

Lucas Verthein ficou em 5º na bateria semifinal do skiff simples masculino e vai disputar a final B da prova. Verthein já tem  o melhor resultado de um barco individual brasileiro em Olimpíadas.


O Brasil estreou no rubgy sevens feminino com duas derrotas: 33 a 0 para o Canadá e 40 a 5 para a França. Brasil entra em campo amanhã para enfrentar Fiji . Nas duas rodadas disputadas,  França, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia são as seleções invictas até o momento. 



A parceria brasileira formada por Luisa Stefani e Laura Pigossi foi derrotada na semifinal do torneio de duplas femininas em Tóquio 2020. Elas perderam para as suíças Belinda Bencic e Viktorija Golubic por 2 sets a 0 e agora vão disputar a medalha de bronze contra as russas Veronika Kudermetova e Elena Vesnina. 

Já Bencic e Golubic encaram Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova valendo a medalha de ouro. Curiosamente, Bencic também estará na final de simples, após ter batido Elena Rybakina (CAZ) na semifinal individual, por 2 sets a 1. 

A adversária de Bencic na final de simples nos Jogos Olímpicos será a tenista da República Tcheca, Marketa Vondrousova que despachou a ucraniana Elina Svitolina em sets diretos. 

A final de duplas masculinas será disputada entre as parcerias croatas. Mate Pavic e Nicola Mektic enfrentam Ivan Dodig e Marin Cilic valendo o título olímpico. A Croácia já pode começar a comemorar, já que ouro e prata já estão garantidos. 


A chinesa Chen Meng conquistou a medalha de ouro da chaves feminina de simples do tênis de mesa ao derrotar de virada na decisão a sua compatriota Sun Yingsha por 4 a 2, parciais de 9-11, 11-6, 11-4, 5-11, 11-4 e 11-9. O bronze da chave feminina de simples ficou para a japonesa Ito Mima, que derrotou de virada Yu Mengyu, de Singapura, por 4 sets a 1, parciais de 6-11, 11-8, 11-7, 11-7 e 11-6. 



Ane Marcelle dos Santos encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A brasileira chegou a vencer a mexicana Ana Vazquez por 6 a 4 no Park Yumenoshima, mas caiu para a sul-coreana An San, que bateu o recorde olímpico na última semana, por 7 a 1, e parou na fase de 16 avos da chave individual feminina do tiro com arco.



Os atiradores Zuzana Stefecekova, da Eslováquia e Jiri Liptak, da República Tcheca, venceram as finais da fossa olímpica. Mas o grande destaque ficou com Alessandra Perilli, que conquistou o bronze na disputa feminina e deu ao pequeno território de San Marino a primeira medalha olímpica de sua história


Entre os destaques do da na vela, está a ascensão de Ana Luiza Barbachan e Fernanda Oliveira, que venceram uma regata e estão em quinto lugar na 470 feminina. Já Robert Scheidt não teve um dia tão agradável e caiu para o quarto lugar na laser.

Marco Grael/Gabriel Borges tiveram um bom dia e também venceram uma regata, subindo boas posições na 49er masculina. A RS:X foi a primeira classe a encerrar todas as regatas regulares, restando agora só a regata da medalha. Patrícia Freitas disputará a corrida final, mas não tem mais chances de ir ao pódio. Jorge Zarif, na Finn, oscilou mais uma vez, assim como Bruno Bethlen/Henrique Haddad na 470 masculina. Pela Nacra 17, Gabriela Nicolino/Samuel Albretch seguem em 11º.



A seleção brasileira venceu o Japão por 3 sets a 0 e chegou à terceira vitória na competição feminina. A nota triste fica por conta da levantadora Macris, que saiu lesionada e preocupa para o restante do torneio. 

Outro resultado que chama a atenção é a derrota da China para o Comitê Olímpico Russo por 3 a 2. Agora, as atuais campeãs olímpicas correm risco de serem eliminadas da Olimpíada ainda na primeira fase.

Nos outros jogos, a Coreia do Sul venceu a República Dominicana por 3 a 2; a Itália bateu a Argentina por 3 a 0; a Sérvia venceu Quênia pelo mesmo placar; e os Estados Unidos superaram a Turquia por 3 sets a 2.



As duplas brasileiras que entraram em quadra venceram neste dia de disputas do vôlei de praia. Agatha e Duda bateram Bansley/Brandie (CAN) e Alison/Álvaro Filho superaram Brouwer/Meeuser (NED), ambos por 2-0. Com os resultados, as duas avançaram para as oitavas de final.


Confira abaixo o quadro de medalhas após 6 dias de competição:



Nenhum comentário:

Postar um comentário