Ane Marcelle vence um combate, mas perde para recordista olímpica e se despede de Tóquio-2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Ane Marcelle vence um combate, mas perde para recordista olímpica e se despede de Tóquio-2020

Compartilhe
Brasil Olimpíadas tiro com arco

Ane Marcelle dos Santos encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio nesta quinta-feira (29). A brasileira chegou a vencer a mexicana Ana Vazquez por 6 a 4 no Park Yumenoshima, mas caiu para a sul-coreana An San, que bateu o recorde olímpico na última semana, por 7 a 1, e parou na fase de 16 avos da chave individual feminina do tiro com arco.


Ane é dona do melhor resultado do tiro com arco brasileiro em Olimpíadas. Ela chegou nas oitavas de final da Rio-2016 e não conseguiu repeti-lo nesta edição. Marcus Vinicius D'Almeida, por sua vez, igualou esta marca em Tóquio-2020. Ele está nas oitavas do torneio masculino e encara o italiano Mauro Nespoli no próximo sábado. Com a eliminação de Ane, Marcus passa a ser o único representante do Brasil nos Jogos Olímpicos.


Ane foi a 33ª colocada na fase de ranqueamento e, por isso, teve uma parada difícil logo na estreia: a mexicana Ana Vazquez, de apenas 20 anos, 17ª do mundo, que foi 32ª na classificação inicial. A brasileira começou o combate muito mal. No primeiro set, ela atingiu o alvo em 5, 6 e 7 e a mexicana venceu sem fazer muito esforço, por 25-18. Logo em seguida, porém, Ane se recuperou e disparou três flechas na zona amarela (9, 10 e 9) para vencer o segundo set por 28-26.


Com o duelo empatado em 2 a 2, a brasileira cresceu no terceiro set e mais uma vez fez 9, 10, 9. A mexicana foi bem nas duas primeiras flechas, mas acabou atingindo um 6 na última, dando a vitória para a brasileira por 28-25. A brasileira abriu 4 a 2 no placar e seguiu com a mesma consistência no quarto set, repetindo três disparos na zona amarela. 


A vitória parecia estar encaminhada, mas a mexicana foi ainda melhor no quarto set e conseguiu b para voltar a empatar o duelo, agora em 4 a 4. No set decisivo, Ane fez três disparos no 9 e viu Vazquez fazer 8 e 9 em seus dois iniciais. Precisando de um 10 para empatar o set e se manter viva no combate, a mexicana se atrapalhou e esqueceu de atirar durante seus 20 segundos, acabando, assim, zerada. 


Ane Marcelle foi beneficiada pelo grande erro da mexicana e avançou para enfrentar An San, poucos minutos depois. Se Vazquez foi páreo duro, a coreana seria ainda mais complicada. An San foi a primeira colocada na fase de ranqueamento, com direito a quebra de recorde olímpico. A brasileira, porém, não se intimidou a princípio e arrancou um empate da asiática no primeiro set, em 27-27. 


Ane Marcelle, no entanto, não conseguiu manter o mesmo ritmo e a coreana passou a dominar o combate, vencendo os três sets seguintes com relativa tranquilidade. No segundo set, Ane acertou um 6 e viu a coreana ter 28-26. Na terceira parcial, An foi impecável: disparos perfeitos e pontuação de 30. No último período, a asiática marcou 28-25 para vencer. Agora, ela enfrentará a japonesa Hayakawa Ren pelas oitavas.


"Eu fiquei muito feliz com o meu resultado contra a mexicana, eu atirei muito bem. Sabia que seria difícil com a coreana, mas estou feliz. O meu objetivo era conseguir chegar aqui e passar o combate, ir para o próximo. Na Rio 2016 perdi nas oitavas, mas nesses Jogos de Tóquio eu estava muito mais confiante de chegar na semifinal e conquistar a tão sonhada medalha para o tiro com arco", falou Ane.


Foto de capa: Jonne Roriz/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário