Remo feminino da Itália conquista ouro olímpico inédito em Tóquio-2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Remo feminino da Itália conquista ouro olímpico inédito em Tóquio-2020

Compartilhe

 



O remo feminino da Itália fez história na manhã desta quinta-feira (29) nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Em uma chegada sensacional, Valentina Rodini e Federica Cesarini venceram a prova do Skiff duplo peso leve, sendo as primeiras mulheres do país a conquistarem a medalha de ouro olímpica na modalidade.


A prova foi a mais equilibrada das quatro finais disputadas no dia, com apenas um segundo separando o barco vencedor do quinto colocado, sendo decidida apenas no photo finish. Rodini e Cesarini levaram a melhor com o tempo de 6:47.54, seguidas pelas francesas Laura Tarantola e Claire Bove (prata) e pelas neerlandesas Marieke Keijser e Ilse Paulis (bronze).


Na primeira final do dia, os irmãos croatas Martin e Valent Sinkovic levaram o ouro na prova masculina do Dois sem, marcando o tempo de 6:15.29. É o segundo título olímpico da dupla, que na Rio 2016 levou o ouro na categoria skiff duplo. O pódio foi completado com os romenos Marius Cozmiuc e Ciprian Tudosa (prata) e os dinamarqueses Frederic Vystavel e Joachim Sutton (bronze).


Já na prova do Dois sem feminino, o ouro ficou com as neozelandesas Grace Prendergast e Kerri Gowler, que venceram a final com o tempo de 6:50.19, colocando mais de um segundo de vantagem sobre as russas Vasilisa Stepanova e Elena Oriabinskaia, que ficaram com a prata, e as canadenses Caileigh Filmer e Hillary Janssens, que faturaram o bronze.


Na prova masculina do Skiff duplo peso leve, os irlandeses Fintan MacCarthy e Paul O'Donovan confirmaram o favoritismo e levaram o ouro da prova com o tempo de 6:06.43, deixando para trás nos metros finais do alemães Jonathan Rommelmann e Jason Osborne, que ficaram com a prata. O pódio foi completado pelos italianos Stefano Oppo e Pietro Ruta.


Foto: Divulgação/FederCanottaggio

Nenhum comentário:

Postar um comentário