Surto em Tóquio #9: comes e bebes no último dia de quarentena restritiva - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Surto em Tóquio #9: comes e bebes no último dia de quarentena restritiva

Compartilhe



Fala pessoal, bom dia do sábado de Tóquio aqui!!! Hoje, acho que consegui me ajustar ao fuso bem, depois de ter ido dormir lá pela meia-noite e consegui acordar umas 5h30, depois de ter evitado ao máximo o clássico cochilo da tarde. Foi o fim do jetlag?


Este sábado (10) é um dia importante: pela primeira vez podemos usar o transporte dos Jogos Olimpícos e iremos ao centro de imprensa. Por 11 dias teremos essa quarentena mais aberta, em que poderemos visitar os locais de treinamento e competição. Vai ser no estilo daqueles tours norte-coreanos, já que não podemos abordar locais e nem sair da rota planejada. Mas quem tá reclamando??? Estou bem empolgado. Fique no aguardo para muitos stories e notícias no nosso instagram. Se já não nos segue, corre lá!!


Enquanto isso, a saída diária para o mercado seguiu sendo o momento mais esperado do dia, para fugir do quarto fechado, sem nem poder abrir a janela. Descobri no Family Markt, a lojinha de conveniência aqui da esquina, que tem uma parte do refrigerador com vapor quente, o que me permitiu tomar meu primeiro café japonês, ainda que em lata. 

cafés japoneses
Viciado em café, imagina?? Depois de muitos cafés-leite gelados, finalmente tomei um café quente (em lata), e bateu! Pelo design achei até que fosse café irlandês...




Mas a cada dia tem novas vitórias: ontem eu achei uma banquinha que vence Matcha e Mochi! Matcha é basicamente um chá verde meio gelado, bem gostoso e refrescante, enquanto o Mochi é um bolinho de arroz com um recheio. Eu escolhi feijão amassado e achei muito gostoso. 

Só depois de comer que eu lembrei de tirar foto... vai o menu então (meu mocha foi o de cima)



Não sei se vocês sabiam, mas eu sou formado em cinema e tem um filme, que nem gosto muito, "O Sabor da Vida" de Kawase Naomi - diretora do filme oficial das Olimpíadas, coincidentemente - sobre uma mulher que tem uma receita secreta de dorayaki de feijão vermelho. É diferente de Mochi, claro, mas me senti finalmente provando a culinária japonesa, pois foi a primeira vez que eu comi algo fresco.

Acompanhe aqui os textos anteriores: dia 1dia 2dia 3dia 4dia 5, dia 6dia 7 e dia 8

Nenhum comentário:

Postar um comentário