Surto em Tóquio #4: Finalmente, embarcamos! Em breve teremos Surto em Tóquio!!! - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Surto em Tóquio #4: Finalmente, embarcamos! Em breve teremos Surto em Tóquio!!!

Compartilhe


E finalmente chegou o dia mais esperado!!! Se você está lendo essa mensagem, é que deu tudo certo e, assim como a nossa canoísta Ana Sátila, eu embarquei rumo a Tóquio para representar o Surto Olímpico nos Jogos Olímpicos de 2020, que enfim vão acontecer, mesmo com um ano de atraso! E olha que legal: parti nessa junto com os amigos de OTD!


E vamos estar voando mais ainda do que o Alison dos Santos: foram quatro horas no Aeroporto de Guarulhos (SP) entre espera e embarque, são 12 horas até Zurique (SUI), mais 12 horas de espera, e finalmente outras 12 horas da Suíça a Tóquio, antes das muitas horas que imagino passar no aeroporto de Tóquio com todos procedimentos de teste e imigração. Serão mais de 40 horas com muitas barreiras!


Ainda neste domingo, antes de embarcar, tivemos que subir alguns documentos no aplicativo que eles pedem e funcionam como uma pré-imigração japonesa. Como eu sou mais arquivista do papel e analógico, fico na expectativa de que toda essa tecnologia funcione bem. Quando chegar eu conto tudo para vocês.


Como comentei num dos stories do Surto (aliás, se você ainda não nos segue no Instagram, recomendo a seguir, pois estou postando todos os bastidores da viagem por lá!), ficaremos três dias em quarentena pesada no hotel (quarta, quinta e sexta), sem poder sair do quarto e fazendo testes todos os dias. Depois ainda não está claro qual a periodicidade dos testes, mas provavelmente serão os de saliva, e com a possibilidade de usar o transporte da Tóquio-2020 para os locais de competição, treino e imprensa. 


Entre o 4º e o 14º dia não poderemos sair do raio do hotel, nem para fazer caminhadas ou exercícios ou visitar locais que não incluímos em nosso Plano de Atividade, aprovado apenas nesta sexta-feira, depois de um mês de espera. Dentre as restrições mais curiosas, está o caso das lojas de conveniência: podemos ir, mas precisamos perguntar ao guarda se nós, estrangeiros, podemos entrar; em caso positivo temos que correr, já que temos limite de  apenas 15 minutos entre a saída e o retorno do hotel. 


Tudo com o GPS do celular nos monitorando. E ainda avisam que os japoneses estarão atentos para qualquer estrangeiro quebrando as regras e poderão denunciar às autoridades. A cada regra, o lembrete: qualquer descuido pode resultar na perda da credencial.


Mas fazendo tudo direitinho não deve ter muito erro (ainda que um bocado de dor-de-cabeça) e é a garantia que estamos realizando uma Olimpíada segura. Esses dois dias de viagem mais três dias de quarentena vão ser perfeitos para terminar minhas previsões para todas as modalidades em disputa, terminar o nosso super Guia Olímpico (vem muita coisa boa por aí!) e nosso preview, além de também ajustar alguns detalhes da nossa cobertura especial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário