FIBA estende suspensão dos rankings do basquete 3x3 até abril de 2021 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

FIBA estende suspensão dos rankings do basquete 3x3 até abril de 2021

Compartilhe

A Federação Internacional de Basquete (FIBA) estendeu o período de suspensão de todos os rankings da modalidade 3x3, em vigor desde abril deste ano por conta da pandemia do coronavírus, até abril de 2021. O anúncio foi feito nesta quinta-feira e, de acordo com a entidade, a decisão visa manter a elegibilidade olímpica e a qualificação para as competições do próximo ano.

Segundo a FIBA, a suspensão dos rankings será benéfica para todos os países. A entidade elencou três pontos principais, indicando que as federações atualmente mais bem ranqueadas poderão se qualificar para as primeiras competições internacionais de 2021; os melhores jogadores e seleções podem conseguir uma vaga no circuito profissional em 2021; e os principais atletas continuam qualificados para competir na Olimpíada de Tóquio.

Em contrapartida à manutenção da interrupção do ranking, vale lembrar que a FIBA já permitiu o retorno de competições e jogos internacionais, tanto do basquete de quadra quanto do basquete 3x3, no último mês. Diversos países já retomaram suas atividades, havendo, inclusive, amistosos entre seleções e torneios nacionais.

Por conta da pandemia, haverá um novo cálculo das pontuações quando os rankings forem descongelados. Normalmente, eles são formados pela soma das pontuações obtidas nos últimos 12 meses. 

No ano que vem, de 1º de abril até 30 de setembro, os jogadores serão beneficiados com a extensão da validade da pontuação, para além dos tradicionais 12 meses. A partir de 1º de outubro de 2021, os rankings voltarão ao seu normal, calculados a partir dos últimos 12 meses.

O Brasil está na 15º lugar do ranking masculino e no 34º do ranking feminino, sendo o terceiro melhor colocado das Américas em ambos os naipes. Pela boa colocação, os homens garantiram vaga no Pré-Olímpico da modalidade, a ser disputado entre 26 e 30 de maio, na Áustria, e que dará três vagas a Tóquio. 


Foto: Divulgação/FIBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário