Fiba define Áustria como nova sede do Pré-Olímpico de Basquete 3x3 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Fiba define Áustria como nova sede do Pré-Olímpico de Basquete 3x3

Compartilhe

A Federação Internacional de Basquete (FIBA) definiu a cidade de Graz, na Áustria, como nova sede do Pré-Olímpico de Basquete 3x3. O anúncio foi feito nesta terça-feira (23) por autoridades austríacas em uma coletiva de imprensa em comemoração ao Dia Olímpico. A competição, que dará seis vagas aos Jogos de Tóquio (três por naipe) acontecerá entre 26 e 30 de maio de 2021.

Anteriormente, o torneio estava agendado para Bengaluru, na Índia, para março deste ano. No entanto, com o adiamento da Olimpíada para 2021 e com a pandemia do coronavírus, o evento teve que ser suspenso. A Fiba decidiu transferi-lo para a Europa e realizá-lo no próximo ano. 

"Estamos muito felizes por poder trazer este grande torneio para a Áustria. Isso dá às nossas grandes equipes nacionais uma chance histórica de chegar às Olimpíadas", comemorou o presidente da Basketball Austria, Gerald Martens, que lembrou que a última participação austríaca em esportes coletivos em Olimpíadas foi em Sydney-2000, com o handebol feminino.

Apesar de ser a primeira vez que o país receberá um torneio oficial de basquete 3x3, a Áustria tem experiência em receber grandes eventos. A região da Estíria, província cuja capital é Graz,  recebeu os Campeonatos Europeus de Handebol e de Patinação Artística, a Copa do Mundo de Ski Slalom e a Copa Davis só no começo deste ano e ainda há de receber duas corridas da Moto GP e duas da Fórmula 1 no restante da temporada.

"Estamos muito satisfeitos que o Pré-Olímpico de Basquete ​​3x3 2021 possa ser realizado em solo estírio. Vai além dos valores publicitários, econômicos e turísticos. Também mostra a paixão e o entusiasmo únicos nos eventos esportivos ao vivo", destacou o conselheiro provincial, Drexler.

Pré-Olímpico de Basquete 3x3

O Pré-Olímpico de Basquete 3x3 dará três vagas olímpicas para os homens e três para as mulheres. O torneio contará com 20 seleções em cada uma das chaves, distribuídos em quatro grupos de cinco equipes cada. Os dois melhores de cada grupo avançam ao mata-mata e os finalistas mais o terceiro colocado se classificam para os Jogos de Tóquio.

O Brasil conseguiu o direito de disputar apenas o torneio masculino. Caso os grupos se mantenham os mesmos - a Fiba não deixou claro se realizará um novo sorteio -, a equipe verde e amarela estará no grupo A, ao lado de Mongólia, Polônia, República Tcheca e Turquia.

Quatro seleções de cada naipe já se garantiram na Olimpíada de Tóquio através do ranking mundial, fechado no ano passado. No masculino, China, Japão, Sérvia e Rússia são os classificados. No feminino, China, Mongólia, Romênia e Rússia já tem passaporte carimbado para a capital japonesa. 

Haverá ainda um outro torneio qualificatório com distribuição de uma vaga por naipe, chamado de Pré-Olímpico Universal, que ocorrerá em Budapeste, na Hungria, ainda sem datas definidas. Apenas países que não se classificaram para o Pré-Olímpico da Áustria e países que não tiveram representantes no basquete 5x5 nas últimas duas Olimpíadas poderão participar deste último evento.

Foto: Divulgação/CBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário