Finlandesa Krista Tervo bate recorde nacional e húngaro Bence Halász faz melhor marca do ano no lançamento de martelo - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Finlandesa Krista Tervo bate recorde nacional e húngaro Bence Halász faz melhor marca do ano no lançamento de martelo

Compartilhe

Pequenas competições do atletismo continuam acontecendo pela Europa, num processo de retomada gradual do esporte pós-pandemia. Neste final de semana, o destaque ficou por conta da Hungria e da Finlândia, que tiveram atletas com boas marcas no lançamento do martelo. Krista Tervo quebrou o recorde finlandês, enquanto o húngaro Bence Halász fez o melhor lance do ano.

Competindo de Somero, cidade a cerca de 90km de Helsinque, Tervo conseguiu 71,93m neste sábado (06), melhorando em quase 2 metros sua antiga melhor marca pessoal. A marca deixou a atleta de 22 anos com a sexta posição no ranking geral da temporada, além de ter sido o recorde nacional.

"Eu conversei com meu treinador sobre a possibilidade de arremessar 72 metros nesta temporada, e agora fizemos na minha primeira competição", disse Tervo, cujo melhor anterior era 70,18m, de acordo com a Federação Finlandesa de Atletismo. "Meu principal objetivo para o resto de 2020 é lançar 70 metros de forma mais consistente".



A segunda colocação do torneio ficou com Silja Kosonen, que também bateu outro recorde finlandês, desta vez no sub-20. A jovem, de 17 anos, atingiu 67,99m, aumentando em mais de 4 metros sua antiga melhor marca pessoal (63,60m) e estabelecendo a liderança geral da temporada na categoria. Além do recorde, Kosonen ficou na casa dos 67 metros em outros dois lançamentos.

A nova geração finlandesa promete muito. Fora as duas mulheres, Aaron Kangas, também de 22 anos, foi outro a melhorar muito sua melhor marca pessoal logo na primeira disputa após a longa paralisação. Ele conseguiu 77,09m, muito acima do antigo personal best de 74,59m. Este também é o melhor lançamento de um finlandês nos últimos quatro anos e é o sexto melhor do ano.

Quem assumiu a liderança do ranking do lançamento do martelo masculino na temporada foi o húngaro Bence Halász, que conseguiu 78,86m, competindo de Szombathely, no sábado. O atleta, medalhista de bronze no último Campeonato Mundial, já havia lançado para a casa dos 77 metros no pós-pandemia, há duas semanas. Daniel Raba, o segundo colocado, fez o melhor de sua carreira com 73,85m.

Na disputa feminina húngara, Reka Gyuratz conseguiu seu primeiro lançamento na casa dos 70 metros da temporada, um 70,20mA marca da campeã mundial sub-18 de 2013 é a 12ª melhor marca da temporada. Seu melhor pessoal é 72,70m, de julho do ano passado.

Outras competições
Além de Hungria e Finlândia, aconteceram competições também na Alemanha, Sérvia, Noruega e República Tcheca. Os meetings foram compostos por eventos de campo, em sua maioria, e alguns espectadores puderam assistir, mas com limitações de distanciamento social. Arquibancadas, por exemplo, não foram preenchidas.

Em Novi Sad, na Sérvia, Ivana Spanovic, medalhista de bronze no salto em distância da Rio-2016, abriu sua temporada com 6,80m. A marca daria a ela a quinta colocação no último Mundial e a colocou no primeiro lugar geral da temporada. No masculino, Strahinja Jovancevic venceu com 7,25m.




Em Bergen, na Noruega, Ola Stunes Isene obteve seu melhor da temporada, com 64,62m no lançamento de disco. Em Ostrava, na Repúlica Tcheca, destaque para o campeão europeu indoor dos 60m, Jan Volko, que venceu com 6s69 a disputa neste final de semana. O eslovaco também conseguiu 15s33 nos 150m.

Vale ressaltar a rápida adaptação do atletismo aos novos padrões "normais" do pós-pandemia. Competições estão acontecendo pela Europa e na China desde a metade final de maio, com excelentes marcas já obtidas. O austríaco Lukas Weisshaidinger atingiu a casa dos 68m por duas vezes em uma semana no lançamento do disco, enquanto Jakob Ingebrigtsen quebrou o recorde norueguês dos 5km de rua. A República Tcheca organizou 173 eventos na última segunda.

Para esta semana, estão programados os Jogos Impossíveis na quinta-feira, que reunirá grandes nomes do atletismo escandinávio tentando bater novos recordes. Um dia depois, na sexta, teremos o Flight Night Dusseldorf, na Alemanha, uma competição do salto com vara com espectadores no formato drive-in.

Foto: Sul/Anssi Makinen

Nenhum comentário:

Postar um comentário