Bicampeã olímpica, Barbora Spotakova triunfa em competição no retorno do esporte na República Tcheca - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Bicampeã olímpica, Barbora Spotakova triunfa em competição no retorno do esporte na República Tcheca

Compartilhe

O esporte olímpico está de volta na República Tcheca! Nesta segunda-feira, 1º, foi realizada uma série de eventos do atletismo em 173 cidades tchecas, marcando o início da temporada do esporte competitivo no país após a longa paralisação causada pela pandemia do coronavírus. O principal encontro aconteceu em Kladno, na região metropolitana de Praga, que viu Barbora Spotakova e Jakub Vadlejch triunfarem no lançamento de dardo. 

Spotakova, bicampeã olímpica e tri mundial, lançou para a marca de 63,69m, bem abaixo do recorde mundial feito por ela em 2008 (72,28m), mas o suficiente para derrotar sua única concorrente na disputa, Nikola Ogrodnikova, medalhista de prata no Europeu de 2018, que ficou com 62,92m. 

"Acho que alcançamos um desempenho decente. A crise sanitária não atrapalhou nossos treinamentos e, apesar de tudo o que aconteceu, estávamos bem preparados", declarou a recordista mundial, que competiu pela primeira vez desde o Mundial de Doha, em outubro passado, quando terminou em nono lugar com 59,87m. "Eu realmente estava ansiosa pela competição, porque treinei por muito tempo".

Já no masculino, Jakub Vadlejch, medalhista de prata no Mundial de 2017, venceu a disputa com a marca de 84,31m. Petr Frydrych foi o segundo colocado, com 78,18m, sua segunda melhor marca da temporada, uma vez que já havia conseguido um lançamento de 79,29m há uma semana. Assim como Spotakova, Vadlejch não competia desde o Mundial.

Além do lançamento de dardo, outras competições de campo movimentaram o dia em Kladno, como o arremesso de peso, que viu o medalhista de bronze no último Mundial Indoor Tomas Stanek triunfar com 21,13m, um pouco abaixo de sua melhor marca pessoal, de 22,01m, que é o recorde nacional. 

Nas disputas de pista, destaque negativo para Pavel Maslak, uma das estrelas do atletismo tcheco que não teve o mesmo desempenho de seus companheiros. Atual tricampeão mundial indoor nos 400m, ele terminou em terceiro lugar nos 300m, com 33s05. O pentacampeão nacional Jan Jirka venceu com 32,82s, enquanto Matej Krsek foi o segundo com 33 segundos cravados.

Lada Londrova venceu a disputa feminina dos 300m, com 37,22s. Diana Mezulianikova assumiu a liderança do ranking da temporada nos 1.000m, após estabelecer a melhor marca do ano na prova, com 2m44s54. Em um outro encontro, em Pilsen, Jan Kudlicka venceu a competição do salto com vara com 5,40m, enquanto Marek Barta triunfou no lançamento de disco com 62,95m. 

Ao todo, foram organizados 173  eventos República Tcheca nesta segunda-feira, reunindo cerca de 17 mil atletas das mais diversas faixas etárias. O "De Volta ao Início" marcou o pontapé inicial do esporte após a pandemia do coronavírus. Mais cinco grandes eventos profissionais estão programados para acontecerem ao longo do mês, além de diversos das categorias infanto-juvenis.

Os eventos foram organizados pela Federação Tcheca de Atletismo e suas realizações só foram possíveis após os planos de flexibilização da quarentena do governo tcheco. Aglomerações de até 50 pessoas estão permitidas desde 25 de maio e cerca de cem estádios foram reabertos nesta segunda. O país registra 2.300 casos ativos e 321 mortes pela Covid-19.

Foto: Michael Cizek/AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário