Irmãos Ingebrigtsen desafiam quenianos campeões mundiais nos Jogos Impossíveis, em junho - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Irmãos Ingebrigtsen desafiam quenianos campeões mundiais nos Jogos Impossíveis, em junho

Compartilhe

Os organizadores dos Jogos Impossíveis confirmaram uma atração de peso para o evento, programado para o próximo dia 11 de junho. Corredores quenianos de meio fundo, liderados por Timothy Cheruiyot, atual campeão mundial nos 1.500m, enfrentarão os irmãos Ingebrigtsen na distância dos 2.000m. Será o duelo do Time Cheruiyot versus Time Ingebrigtsen num formato não convencional.

Apesar do evento ser sediado em Oslo, na Noruega, os participantes africanos competirão de Nairóbi, Quênia. Como as restrições de viagens ainda estão estabelecidas em todo o mundo, por conta da pandemia de Covid-19, preferiu-se que os quenianos corressem de seu país e fossem conectados via streaming com os participantes no Bislett Stadium.

Além de Cheruiyot, o campeão mundial de 2017 nos 1.500m  Elijah Manangoi, também foi confirmado na equipe queniana. Pelo outro lado, os irmãos Jakob (bicampeão europeu), Henrik (campeão europeu em 2012) e Filip (medalhista no Mundial de 2017) Ingebrigtsen estarão representando os anfitriões.

Cada equipe iniciará com cinco corredores e finalizará com três. Vencerá o duelo o time que tiver o melhor tempo na soma dos três corredores finais. Apesar de um duelo coletivo, as marcas individuais também serão levadas em consideração para fins estatísticos. O atual recorde europeu é de 4m51s39. Jakob Ingebrigtsen quebrou o recorde norueguês dos 5km na semana passada e já almeja derrubar mais uma marca.

A disputa será nomeada "Memorial de Maurie Plant", em homenagem a um importante dirigente do atletismo australiano que faleceu no começo do ano. "Maurie amava corridas de meio fundo e amava Bislett (estádio de Oslo). Mas ele também amava formatos de eventos não tradicionais. Nossa ideia é honrá-lo com um evento que segue tudo aquilo que ele amava", disse Steinar Hoen, diretor dos Jogos Impossíveis.

"A Athletics Kenya apoia totalmente esta ideia criativa do DL (Diamond League) de Oslo", disse o presidente da entidade que cuida do atletismo queniano, Jackson Tuwei. "Serão bem-vindas as corridas sérias em um ambiente seguro, além de entretenimento para os ávidos fãs de atletismo de todo o mundo. Nosso planejamento já começou e agradecemos a Oslo por nos envolver".

Jogos Impossíveis

Os Jogos Impossíveis estão sendo organizados pelos mesmos organizadores da etapa de Oslo da Diamond League. O evento está programado para 11 de junho. Em meio à pandemia, a ideia é realizar competições alternativas que sigam as recomendações das autoridades sanitárias e que desafiem os participantes. Grandes nomes do atletismo nórdico estarão presentes.

O norueguês Karsten Warholm, bicampeão mundial, será uma das principais atrações, tentando quebrar o recorde mundial nos 300m com barreiras. O sueco recordista mundial no salto com vara, Armand Duplantis, fará um duelo pessoal com o campeão olímpico em 2012, o francês Renaud Lavillenie. Atual campeão mundial no lançamento do disco, o sueco Daniel Stahl, também é presença garantida. Veja outras atrações aqui (final da página).

Foto: Reprodução/Impossible Games

Nenhum comentário:

Postar um comentário