Índia planeja intensificar esforços após a pandemia para receber os Jogos Olímpicos de 2032 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Índia planeja intensificar esforços após a pandemia para receber os Jogos Olímpicos de 2032

Compartilhe

Com planos de receber grandes eventos esportivos num futuro próximo, a Índia sonha alto. O presidente da Associação Olímpica da Índia (IOA), Narinder Batra, disse que o país se dedicará ao máximo para propor candidaturas para receber os Jogos Olímpicos da Juventude de 2026 e os Jogos Olímpicos de 2032, assim que a pandemia cessar.

"Estamos falando sério e definitivamente se candidatando aos Jogos Olímpicos da Juventude de 2026 e às Olimpíadas de 2032", disse o indiano, que também é membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) e presidente da Federação Internacional de Hóquei (FIH), à AFP.

De acordo com Batra, as documentações para lançar as candidaturas oficiais ao COI já estavam sendo elaboradas, com executivos visitando possíveis locais de arenas, mas o processo teve que ser interrompida com a chegada da pandemia. "É um processo continuo que eu acredito que nós não veremos atividade até dezembro", relatou.

Batra, no entanto, crê que a pausa é necessária e que o foco primordial neste momento é se proteger do vírus que já  matou mais de 250 mil pessoas em todo o mundo. "Não é hora de conversar com as empresas ou o governo sobre o lançamento das Olimpíadas. A principal coisa deve ser a forma como podemos resolver esse problema que veio ao mundo".

Para 2032, apenas Queensland já enviou sua proposta formal ao COI. O sudeste australiano aparece como favorito para receber os Jogos. Alemanha, Espanha, Indonésia e Países Baixos também já manifestaram interesse de sediar o megaevento, além de uma candidatura conjunta envolvendo as duas Coreias. O resultado oficial deve sair entre 2022 e 2025.

Para 2026, a Tailândia deve ser a principal rival da Índia. Colômbia e Rússia também são possíveis candidatos a sediar a competição juvenil.

A Índia também esperava receber os Jogos Asiáticos de 2030, mas acabou desistindo de última hora. Rivais políticos, Catar e Árabia Saudita confirmaram suas candidaturas e disputarão as eleições para receber o evento continental em 10 anos.

Após Nova Delhi ter sediado os Jogos da Commonwealth de 2010, os indianos ficaram empolgados com a ideia de sediar outros eventos multi-esportivos. Aquela ocasião, no entanto, foi marcada por atrasos nas obras, infraestrutura falha e desvios de dinheiro.

As questões adversas indianas são pontos negativos para o país vencer as eleições, e eles permanecem até os dias atuais. Mais recentemente, na semana passada, Nova Delhi perdeu o direito de sediar o Mundial de Boxe de 2021 por não pagar uma taxa acordada no Contrato da Cidade Anfitriã.

Foto: india-saree

Nenhum comentário:

Postar um comentário