Prefeito de Seul busca fim dos exercícios militares para lançar uma proposta conjunta das Coreias - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Prefeito de Seul busca fim dos exercícios militares para lançar uma proposta conjunta das Coreias

Compartilhe

O prefeito de Seul, Park Won pediu o fim dos exercícios na Península Coreana para amenizar os conflitos gerando um ambiente pacífico entre os dois países a fim de organizar uma proposta conjunta entre as duas Coreias para sediar os Jogos Olímpicos de 2032. A situação complicou depois que as relações diplomáticas entre os dois países foram quebradas em 2018.

A proposta de Won é o fim dos exercícios tenham até no máximo o final dos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022, no mês de fevereiro. "Deveríamos nos esforçar para mudar a atual situação de estagnação entre as duas Coréias, a fim de evitar que esse tempo crucial de ouro seja desperdiçado sem ajuda", disse ele de acordo com a agência de notícias estadunidense UPI.

A oferta parada de Pyongyang e Seul permitiu que outros projetos se lançassem na corrida para receber a edição de 2032, que tem o estado de Queensland, na Austrália como principal candidato na disputa. Xangai (China), Madrid (Espanha), Alemanha e Índia também se interesseram e Jacarta, capital da Indonésia, também já fez sua oferta.

No mês passado, Gangwon, a única província presente nos dois países foi escolhida para sediar os Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno de 2024, usando instalações dos Jogos de Inverno de 2018 em PyeongChang e Gangneung, ambas no sul. O COI disse que estava aberto a uma proposta do Comitê Olímpico Sul-Coreano de co-sediar com a Coréia do Norte "se as circunstâncias permitirem".

Park disse a repórteres: "Eu propus [o fim dos exercícios] porque precisamos criar uma atmosfera pacífica na Península Coreana e no nordeste da Ásia agora, para que possamos fazer os preparativos concretos para a licitação para sediar as Olimpíadas. Precisamos ter uma oportunidade e acho que a preparação conjunta das Olimpíadas será o primeiro ponto de partida para fazer as pazes."

Foto: Associated Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário