Sete meses após título histórico, Henrique Avancini volta a Nové Mesto para etapa da Copa do Mundo - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Sete meses após título histórico, Henrique Avancini volta a Nové Mesto para etapa da Copa do Mundo

Compartilhe


Grande estratégia, sprint memorável e braço direito erguido na linha de chegada. Em 2020, na etapa de Nové Mesto (CZE), Henrique Avancini entrou para a história ao se tornar o primeiro ciclista brasileiro a vencer uma prova de cross-country olímpico na Copa do Mundo. E, nesta semana, ele retorna à prova pela primeira vez após o título em busca de um novo lugar mais alto do pódio.

 

“É um circuito que eu gosto bastante, as condições climáticas são muito voláteis e a gente pode ter uma situação de chuva, de circuito molhado ou seco. Eu acredito que seja possível melhorar um nível em relação aos resultados e performance da semana passada, na Alemanha. É isso que eu vou buscar, dar mais um passo. Cada vez mais disputando os resultados na ponta do pelotão”, afirma Avancini.

 

Nové Mesto receberá a segunda etapa da Copa do Mundo da temporada. Na abertura do circuito, realizada nesse final de semana, em Albstadt, na Alemanha, Avancini foi o quarto colocado na prova de short track e garantiu um top-10 no cross-country olímpico. Vale lembrar que no ano passado, em solo tcheco, ele venceu as duas provas, tornando o segundo atleta do mundo a conseguir a dobradinha. 


“A abertura da Copa do Mundo, pra mim, foi um começo sólido, talvez, resultados não tão expressivos quanto o esperado pelas pessoas, mas, muito dentro da minha expectativa pessoal. Foi o meu melhor começo de Copa do Mundo até hoje. Gostaria de ter alcançado resultados um pouquinho melhores, achei que poderia, mas, desempenhei bem em ambas as provas", avalia o número 3 do mundo.


"A gente encontra uma situação de que muitos atletas estão na melhor forma, atletas que brigam pela classificação olímpica, enquanto, alguns, como eu, têm a liberdade de tentar fazer uma programação e preparação a longo prazo para a temporada, pensando, obviamente, em Tóquio”, completa o atleta fluminense, natural de Petrópolis.

 

A segunda etapa da Copa do Mundo marcará também o encerramento da corrida olímpica do mountain bike. Apenas os resultados das duas primeiras competições deste ano serão agregados aos rankings olímpicos, congelados desde março do ano passado. O Brasil deverá confirmar as duas vagas no masculino e uma no feminino.


Henrique Avancini está virtualmente confirmado como o primeiro classificado entre os homens, enquanto Luiz Henrique Cocuzzi e Guilherme Muller disputam a segunda vaga. Os dois estão inscritos em Nové Mesto, assim como Ulan Galisnki. Entre as mulheres, Raiza Goulão e Jaqueline Mourão são as postulantes à única cota em disputa. Elas também competirão na Rep. Tcheca.


Avancini entrará em ação já nesta sexta-feira (14), a partir das 12h50, para a disputa do short track (circuito curto), que definirá o balizamento dos ciclistas para o cross-country olímpico (XCO), que ocorrerá no domingo (16), a partir das 10h. As mulheres competem no XCO também no domingo, mas um pouco mais cedo, às 06h. Todos os horários estão no fuso de Brasília. 


Surte +: Entenda mais sobre o sistema qualificatório olímpico do MTB


Foto de capa: Bartek Wolinski/Red Bull Content Pool

Nenhum comentário:

Postar um comentário