Apenas 23,9% dos japoneses acreditam na realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo ano - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Apenas 23,9% dos japoneses acreditam na realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo ano

Compartilhe

Uma nova pesquisa de opinião, encomendada pela agência Kyodo News e divulgada neste domingo, verificou que os japoneses ainda seguem céticos quanto à realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo ano. Apenas 23,9% da população acredita que o megaevento possa ser celebrado conforme o planejado.

De acordo com os dados da pesquisa, mais de 70% dos japoneses não vê a Olimpíada de Tóquio acontecendo no ano que vem, dos quais 36,4% defendem um novo adiamento, enquanto 33,7% querem o cancelamento total. Da parcela da população que pede uma nova mudança de datas, 75,3% justificaram que a pandemia não estará controlada até julho do ano que vem

A Kyodo já havia feito uma sondagem semelhante há três semanas. Na ocasião, a agência questionou só os moradores da capital japonesa a respeito de suas opiniões sobre a realização dos Jogos. Eles se mostraram um pouco mais otimistas e 46,3% responderam que eles aconteceriam conforme o planejado no ano que vem.

Há duas semanas, a Japan News Network também fez outra pesquisa que já evidenciou um descrédito mais acentuado da população japonesa, com 77% sendo contra a realização dos Jogos no próximo ano. Somente 17% dos entrevistados estavam confiantes na organização do megaevento em 2021.

Apesar das respostas negativas, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse, na última sexta-feira, não haver um ceticismo da população local. "Nesses tempos de incerteza, esse tipo de pensamento vai e volta", falou. "Para nós, está bem claro o comprometimento do povo japonês, e, em particular, da população de Tóquio em receber os Jogos".


A pesquisa deste domingo também perguntou aos entrevistados o que poderia ser feito para reduzir e simplificar a Olimpíada e 44,1% responderam que não deveria haver público ou que a quantidade de espectadores fosse limitada nas competições. No entanto, Bach indicou, também nesta semana, que portões fechados não estão nos planos dos organizadores.

Preocupação com a pandemia

Neste domingo, Tóquio registrou 188 casos de coronavírus, chegando a um total de 9.411 infecções confirmadas, cerca de um terço do Japão, que tem 25.400. Apesar do número verificado na capital japonesa ser o menor dos últimos quatro dias, a situação da pandemia é preocupante na cidade-sede da Olimpíada e no país como um todo, que vive à beira de uma segunda onda de explosão de casos.

Uma pergunta sobre o tema foi feita na pesquisa da Kyodo e 66,4% responderam que decretar um estado de emergência é a melhor solução para controlar a crescente de surtos. Vale lembrar que um decreto do tipo já esteve em vigor durante sete semanas entre abril e maio e foi o principal responsável pela estabilização da crise no território japonês, já que controlou o fluxo de pessoas nas ruas e fechou o comércio não essencial.

Outro resultado da pesquisa foi que os japoneses estão insatisfeitos com o atual governo de Shinzo Abe e sua taxa de desaprovação subiu para 48,5%. Mais da metade da população (59,1%) indicou estar descontente pela forma como o primeiro-ministro está agindo durante a pandemia.

Surte +: Organizadores divulgam novo cronograma da Olimpíada em 2021

Foto: Issei Kato/Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário