Quase 80% dos japoneses acreditam que a Olimpíada não poderá ser realizada em 2021 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Quase 80% dos japoneses acreditam que a Olimpíada não poderá ser realizada em 2021

Compartilhe

Uma nova pesquisa de opinião, encomendada pelo Japan News Network e divulgada nesta segunda-feira, mostrou que 77% dos japoneses acreditam que a Olimpíada de Tóquio não poderá ser realizada no próximo ano. Apenas 17% dos moradores locais mostraram-se confiantes na celebração do megaevento conforme o planejado.

Desde março, quando os Jogos Olímpicos foram adiados de 2020 para 2021, por conta da pandemia do coronavírus, os japoneses e amantes do esporte convivem com uma incerteza acerca da realização do evento. Há um temor de que a mudança de um ano não seja tempo suficiente para o mundo se recuperar da crise sanitária. 

Nas últimas semanas, o assunto virou uma das principais pautas no Japão, muito por conta das eleições ao governo de Tóquio, que foram realizadas neste domingo, com a vitória de Yuriko Koike. Os candidatos divergiam quanto à situação dos Jogos Olímpicos. Alguns optavam pelo adiamento do megaevento, enquanto outros declaravam que o cancelamento seria a única opção viável para salvar a economia japonesa, que já sofreu e ainda sofrerá muito com os elevados custos operacionais.

Entre os principais concorrentes, Yuriko Koike era a única que defendia manter a Olimpíada conforme o planejado. Em seu discurso de vitória, ela prometeu a realização dos Jogos de forma segura no próximo ano. "Superarei com firmeza a pandemia com a ajuda do poder do Governo e prepararei o terreno para as Olimpíadas e Paralimpíadas como prova de nossa vitória", disse.

Na última semana, às vésperas da eleição, uma pesquisa foi encomendada pela agência Kyodo News e pela rede de televisão Tokyo MX e mostrou que mais da metade dos moradores de Tóquio não veem os Jogos acontecendo em 2021, com cerca de 24% pedindo um adiamento para 2022 e 27% querendo um cancelamento.

Apesar das pesquisas mostrarem uma certa oposição, organizadores japoneses e Comitê Olímpico Internacional (COI) seguem trabalhando para que os Jogos estejam prontos no ano que vem. O presidente da entidade máxima do esporte olímpico, Thomas Bach, disse anteriormente que o megaevento será cancelado caso não possa acontecer no ano que vem.

Para evitar que o imenso projeto seja descartado, o comitê organizador já demonstrou flexibilidade para realizar os Jogos de forma alternativa, contando com público reduzido, testagem em massa, controle sobre a Vila dos Atletas e redução dos gastos, com unificação das cerimônias da Olimpíada e da Paralimpíada e redução do revezamento da tocha olímpica.

Casos de coronavírus em Tóquio
A cidade-sede dos Jogos Olímpicos registrou 102 casos de coronavírus nesta segunda-feira. É o quinto dia consecutivo com os números acima da casa dos cem. Ao todo, a capital japonesa já registrou 6.867 casos desde fevereiro, quando surgiu o primeiro caso. O Japão passou da casa das 20 mil infecções neste final de semana.

Surte + Aconteceu uma competição de atletismo no Japão neste final de semana. Boas marcas foram vistas por quenianos. Veja como foi!


Foto: Kiyoshi Ota/Bloomberg

Nenhum comentário:

Postar um comentário