Utilizando datas originais como base, organizadores divulgam novo cronograma de competições da Olimpíada de Tóquio - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Utilizando datas originais como base, organizadores divulgam novo cronograma de competições da Olimpíada de Tóquio

Compartilhe

O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio divulgou, nesta sexta-feira, o novo cronograma da Olimpíada, seguindo seu adiamento para 2021. A programação original foi tomada como base e as datas dos eventos foram levadas para o próximo ano. Os Jogos estão previstos pra 23 de julho a 8 de agosto.

Todos os locais envolvidos na Olimpíada tiveram seus contratos renovados e foram assegurados para o próximo ano, incluindo a Vila dos Atletas e o centro de mídia. Assim, todas as competições acontecerão nos mesmos locais que estavam previstas originalmente, o que também facilitou o reajuste das datas por parte dos organizadores.

O softbol dará o pontapé inicial nos Jogos, com o duelo entre Austrália e Japão, às 09h de 21 de julho (21h no horário de Brasília do dia 20, uma terça-feira), dois dias antes da cerimônia de abertura. O futebol feminino também terá jogos no dia 21, enquanto a disputa masculina começará um dia depois. As competições do tiro com arco acontecerão na manhã de 23 de julho, no dia da abertura oficial do megaevento.

Como tradicionalmente ocorre, o tiro esportivo dará a primeira medalha de ouro dos Jogos Olímpicos. A prova da carabina de ar 10m feminina começará às 08h30 do sábado, 24 de julho (20h30 da sexta-feira, 23, no Brasil). Ciclismo de estrada, esgrima, judô, levantamento de pesos, taekwondo e tiro com arco também distribuirão medalhas no primeiro dia, totalizando 11 pódios.

Nathalie Moellhausen, atual campeã mundial, será a principal chance de medalha brasileira no primeiro dia. Ele é uma das favoritas ao ouro na espada feminina. As categorias mais leves do judô (48kg e 60kg) também serão oportunidades de pódio para a delegação verde amarela. 

*A partir daqui, todos os horários estarão no HORÁRIO DE BRASÍLIA

Logo no primeiro dia oficial, farão suas estreias nos Jogos: ginástica artística, handebol, natação, tênis de mesa, vôlei e vôlei de praia. Como os grupos do vôlei já foram definidos, as seleções brasileira já sabem seus caminhos. A masculina iniciará sua caminhada rumo ao tetra olímpico contra a Tunísia, logo na sexta-feira, 23 de julho, por volta de 23h. A feminina terá a Coreia do Sul pela frente no domingo, 25, às 09h30.

O duelo entre Brasil e Estados Unidos do vôlei masculino está programado para a quinta-feira, dia 29 de julho, por volta das 23h. Já Brasil e Sérvia no feminino acontecerá na madrugada do sábado, 31 de julho, por volta de 4h. As finais feminina e masculina acontecerão, respectivamente, no sábado, 07 de agosto, às 09h15, e domingo, 08 de agosto, às 01h30.

Ariake Arena, que receberá os jogos de vôlei e basquete em cadeira de rodas (Divulgação/Tokyo 2020)
Na noite da sexta, 23 de julho, a ginástica artística fará sua estreia com a qualificação masculina. As mulheres entram em cena um dia depois. As finais por equipes acontecem nos dias 26 e 27 de julho, enquanto as individuais gerais em 28 e 29 de julho. As finais por aparelhos serão iniciadas em 1º de agosto. A final das argolas acontecerá na manhã de segunda-feira, 02 de agosto, às 05h, enquanto a barra fixa acontecerá às 06h30 de terça-feira, 03 de agosto.

Também com início no primeiro dia de Olimpíada, a natação terá um diferencial para Tóquio. As eliminatórias acontecerão na noite e as finais durante a manhã, no horário local. Assim, o primeiro dia não terá finais, apenas baterias eliminatórias. A final do 4x100m livre masculino acontecerá no domingo, 26 de julho; a do 4x200m, em 28 de julho; e a dos 50m livre, em 31 de julho.

Ainda sem grupos definidos, o vôlei de praia será iniciado na noite de sexta-feira, bem como o handebol masculino. As finais do vôlei de praia acontecerão em 06 e 07 de agosto, enquanto as do handebol acontecerão na manhã de 07 e 08 de agosto. Polo aquático segue a mesma programação que o handebol, enquanto o hóquei sobre grama terá as finais entre 05 e 06 de agosto.

Estreante, o skate terá seu primeiro evento na noite do sábado, 24 de julho, com o street masculino. A disputa feminina, com três brasileiras postulantes ao pódio, acontece um dia depois. As provas de park feminina e masculina acontecerão em  04 e 05 de agosto, respectivamente.

Outro estreante, o surfe tem uma previsão de ser iniciado em 27 de julho, mas pode sofrer alterações a depender de condições climáticas. A expectativa é que as disputas durem apenas dois dias, se ocorrer tudo conforme o planejado.

Estádio Olímpico de Tóquio (Olympic Conciul Stadium)
A final do futebol masculino está agendada para o penúltimo dia dos Jogos, no sábado, 07 de agosto, às 08h30, enquanto a final do feminino acontecerá na noite de quinta-feira, dia 05 de agosto, às 23h.

Nossa campeã mundial Bia Ferreira iniciará sua caminhada na categoria até 60kg do boxe no dia 28 de julho, contanto que garanta sua vaga no Pré-Olímpico das Américas, em Bogotá (COL) ou Mundial em Paris (FRA). Se tudo ocorrer conforme o esperado, estará lutando pelo ouro na madrugada de 08 de agosto. 

No tênis de mesa, Hugo Calderano iniciará sua caminhada pela inédita medalha no tênis de mesa na segunda-feira, 26 de julho. As disputas pela medalha de bronze e de ouro acontecerão na sexta-feira, 30 de julho, a partir das 08h.

Hugo Calderano é o número 6 do mundo e foi nono colocado na Rio-2016 (Washington Alves/Exemplus/COB)
Com uma poderosa geração, o taekwondo brasileiro terá uma chance de medalha com Edival Pontes, o Netinho, na categoria até 68kg, em 25 de julho, e duas chances um dia depois, com Milena Titoneli (67kg) e Ícaro Miguel (80kg).

Ao todo, a Olimpíada de Tóquio terá 339 eventos com medalhas. O dia com mais disputas será o último sábado dos Jogos, 7 de agosto (no Japão), com 34 medalhas distribuídas. O segundo sábado, 31 de julho, também será especial, tendo 21 pódios, incluindo na prova de equipes mistas do judô. O domingo, 1º, trará muitas emoções com o último dia da natação (50m e 4x100m livre) pela manhã e a finais do atletismo pela noite, incluindo a dos 100m rasos.

Foto: Ryo Ichikawa/Tokyo 2020

Nenhum comentário:

Postar um comentário