Gabriel Boza bate o recorde sul-americano juvenil no salto em distância e conquista o ouro no Brasileiro de Atletismo Sub-23 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Gabriel Boza bate o recorde sul-americano juvenil no salto em distância e conquista o ouro no Brasileiro de Atletismo Sub-23

Compartilhe

 


No primeiro dia de disputas do Brasileiro Sub-23 de Atletismo, realizado no sábado (04), no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista, um dos destaques foi o jovem Gabriel Luiz Boza.

Quarto colocado no Mundial Sub-20 no salto em distância, quando sentiu câimbras e teve que abandonar a prova antes dos últimos saltos, ele superou a barreira dos oito metros e marcou sua melhor marca pessoal. 

O jovem de apenas 18 anos venceu o título nacional com 8,04m, quebrando o recorde brasileiro e sul-americano sub-23, que pertencia a Higor Silva desde 2013.

No mundial, no meu terceiro salto, eu comecei a sentir câimbras, mas foi no quarto que não consegui terminar a prova de jeito nenhum. Eu estava me sentindo bem naquele dia, mas aconteceu o imprevisto. Fiquei muito triste, conversei com os médicos. Foi muito decepcionante, mas nunca perdi a fé e sabia que era questão de tempo para chegar aos 8 m

Fechando o pódio do salto em distância no Brasileiro sub-23, Adrian Henrique Dias Vieira foi prata com 7,64m e Alex Oliveira Andrade, bronze com 7,53m.




Nos 400m, com a ausência da olímpica Tiffani Marinho, que optou por um período de descanso após Tóquio, Maria Victória Belo de Sena venceu com direito a recorde de campeonato, com a marca de 52.36. Prata para Jainy Suelen dos Santos, com 56.50, e bronze para Ana Luiza dos Santos, com 57.57.

Na versão masculina dos 400m, o olímpico João Henrique Falcão Cabral venceu com 46.96, seguido de perto por Douglas Hernandes Mendes da Silva, com 46.98, e Bruno Benedito da Silva, com 47.18.

Outra atleta que foi a Tóquio, Ketiley Batista foi ouro nos 100m com barreiras com a marca de 13.30, prata para Giovana Corradi, com 13.93 e bronze para Larissa Brito Candido, com 14.18.

Pela manhã, atletas levam bicampeonato da competição

Na etapa da manhã, Matheus Estevão Borges e Isabelle Cristina de Almeida, nos 1.500m, Isabel Demarco Quadros, no salto com vara, e Maria Lucineide da Silva Moreira, estão entre os atletas que venceram a competição pela segunda vez.

Matheus Borges venceu a competição nos 1.500m com 3:55:48, seguido por Agnaldo Gonzaga, com 3:55:90 e por Joelson Mesquita, com 3:58:47.

Na versão feminina da prova dos 1.500 m, ouro para Isabelle de Almeida, com 4:46:96.

A prata ficou com Ayalana Cesar, com o tempo de 4:47:60 e o bronze ficou com Eily Souza da Silva, 4:48:44.

Nos 10.000m, Maria Lucineide chegou em primeiro com a marca de 35:12:06, seguida por Raimunda Jesus Lima, com 41:09:14 e Maria Eduarda Rattman, com42:00:18.

No salto com vara feminino, Isabel Demarco venceu com a marca de 4,01 m. No naipe masculinoLucca Leonardo Radhuany Torres venceu com 4,91.

A medalha de prata foi conquistada por Larissa de Oliveira, com 3,71 m e o bronze para Beatriz Benjamin Chagas, com 3,71m.

Foto: Wagner Carmo/CBAt

Nenhum comentário:

Postar um comentário