Estados Unidos fazem dobradinha no skeet e assumem liderança do quadro de medalhas de Tóquio-2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Estados Unidos fazem dobradinha no skeet e assumem liderança do quadro de medalhas de Tóquio-2020

Compartilhe



Durou menos de três dias o reinado da China no quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ainda que de forma momentânea, o posto tem um novo dono: os Estados Unidos. A nação chegou à liderança pela primeira vez nesta segunda-feira (26) ao faturar ouros no skeet masculino e feminino do tiro esportivo. Agora, já são sete medalhas douradas dos americanos contra seis do asiáticos.


Em competição disputada no Asaka Shooting Range, Amber English levou o título no feminino. Ela fez uma competição acirrada com a Diana Bacosi, ouro na Rio-2016 e que desta vez ficou com a prata. English acertou 56 pratos, enquanto Bacosi conseguiu 55. A chinesa Wei Meng, recordista mundial, ficou com o bronze, com 46 acertos. 


Já entre os homens, a vitória foi de Vincent Hancock, que teve uma atuação impecável e acertou 59 dos 60 alvos na mosca. O dinamarquês Jesper Hansen ficou com a prata, com 55 pontos. Abdullah Alrashidi, do Kuwait, faturou o bronze.  Ele tem 57 anos de idade e participou de todas as edições olímpicas desde Atlanta-1996, tendo faturado também um bronze na Rio-2016.


Além dos dois ouros nesta segunda, os EUA já haviam ido ao lugar mais alto do pódio no tiro esportivo com o jovem William Shaner, na carabina de ar 10m masculina. Fora o tiro, o país levou duas douradas na natação, com Chase Kalisz nos 400m medley e o revezamento 4x100m masculino, uma no taekwondo, com Anastasija Zolotic (57kg), e uma na esgrima, com Lee Kiefer (florete).


Os Estados Unidos somam um total de 14 medalhas, sendo sete ouros, três pratas e quatro bronzes. A China tem seis ouros, três pratas e seis bronzes, 15 ao todo. Já o Japão, país-sede, tem seis ouros, uma prata e dois bronzes, com nove no total. O Brasil aparece na 22ª colocação do quadro geral, com duas pratas e um bronze.


Foto de capa: Ann Wang/REUTERS

Nenhum comentário:

Postar um comentário