Os Jogos Olímpicos na televisão brasileira - Pequim 2008, Introdução - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Os Jogos Olímpicos na televisão brasileira - Pequim 2008, Introdução

Compartilhe



Pequim sediava a última edição dos Jogos Olímpicos em que vigia o acordo direto Globo-COI, assinado no fim dos anos 1990, com a Bandeirantes como parceira global. E àquela altura, já se sabia desde 2007: a Record era a ganhadora da licitação pelos direitos de transmissão do biênio olímpico 2010 (Jogos de Inverno)-2012 (Jogos de Verão). E se desconfiava: a emissora paulista exerceria com muito gosto a exclusividade para exibir as disputas em Londres, quatro anos depois. Inclusive, ainda em 2007, a emissora de Edir Macedo fora mais uma a exibir os Jogos Pan-Americanos sediados no Rio de Janeiro, além da emissora da família Marinho e da família Saad.

Todavia, ainda era 2008. E ali, Globo e Band ainda teriam os direitos para exibirem as disputas em Pequim. Mais do que isso: iriam com toda a força para exibirem aquelas Olimpíadas (somadas, suas equipes levavam 390 pessoas), enquanto a Record se limitaria a enviar uma equipe de 15 pessoas à China, para matérias mais associadas ao ambiente geral na cidade-sede e ao comportamento dos chineses. Enquanto isso, no cenário da tevê por assinatura, nada mudaria em relação a Atenas: SporTV, ESPN Brasil e Bandsports teriam novamente os direitos de transmissão, e estariam nos Jogos.

A principal novidade para as duas emissoras brasileiras abertas (e as três fechadas) que mostrariam os Jogos Olímpicos de 2008, entre 6 e 24 de agosto, aos telespectadores brasileiros estava na qualidade da imagem. Apresentada a uns poucos privilegiados do meio televisivo durante Atenas, já inicialmente disseminada ao público durante a Copa de 2006, a qualidade HD – “high definition”, alta definição – estaria presente em 100% das imagens geradas diretamente de Pequim. Uma das principais preocupações do público brasileiro, a nitidez de imagens, estaria enfim definida em sua grande parte. Novidade mais discreta, mas não menos notável, era a primeira exibição dos Jogos Olímpicos via internet no Brasil: as disputas em Pequim poderiam ser vistas no portal Terra.

E a disputa pela audiência pôde começar, numa edição de Jogos Olímpicos que encerrou uma era, antes da Record viver seu apogeu no biênio 2010-2012. Clique abaixo para conferir detalhes das coberturas de cada emissora:

Televisão aberta




Canais por assinatura





2 comentários:

  1. Parabéns pelas matérias. As reportagens sobre a cobertura da TV brasileira nos jogos Olímpicos desde seu primórdio até o momento, foi simplesmente fantástico e rico em detalhes e curiosidades. Só tenho que agradecer por compartilhar conosco essas curiosidades. Medalha de Ouro 🥇

    ResponderExcluir