Wrestling feminino brasileiro participa de tradicional torneio na Bulgária - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Wrestling feminino brasileiro participa de tradicional torneio na Bulgária

Compartilhe

*Com Larissa de Oliveira

O wrestling brasileiro volta aos tapetes nesta sexta-feira para a disputa do tradicional torneio Dan Kolov - Nicola Petrov, em Plovidv, Bulgária. As atletas comandadas pelo técnico Pedro Garcia, entram em ação nos seguintes dias:


- sexta-feira, 09/04 - Laís Nunes (até 62kg)

- sábado, 10/04 - Giullia Penalber (até 57kg) e Kamila Barbosa (até 50kg)


Em ambas categorias, as eliminatórias começam às 4h, horário de Brasília, e as semifinais acontecem às 10h. Caso avancem às finais, as lutadoras brasileiras retornam no dia seguinte ao da estreia para disputa de medalhas.


Laís Nunes é a única dentre as três lutadoras presentes que já tem sua vaga garantida em Tóquio 2020. Kamila e Giullia vão buscar a vaga olímpica na Seletiva Mundial que acontece de 6 a 9 de maio em Sofia, capital da Bulgária, e reunirá atletas de todos os continentes em apenas um evento.


Surte+ Giullia Penalber leva ouro e Laís Nunes fica com o bronze em torneio italiano de wrestling


“O Kolov-Petrov é um torneio super tradicional, muito competitivo, vou utilizá-lo para testar algumas coisas que venho treinando, para que sirva de preparatório para o nosso maior objetivo que é a classificação olímpica. É muito importante participar dessas competições preparatórias, ver os pontos positivos e negativos de toda preparação. Acumular lutas é fundamental pra chegar bem em uma competição alvo que é a Seletiva Mundial”, afirmou Kamila Barbosa, tricampeã brasileira e medalhista de ouro nos Jogos Mundiais de Praia.


Depois do torneio, Laís retorna ao Brasil para seguir a preparação em São José dos Campos, onde treina com sua equipe comandada pelo treinador da equipe nacional, Nisdany Perez. Já Kamila e Giullia seguem para o Centro de Treinamento da United World Wrestling e treinam no país europeu até o dia da seletiva olímpica. Para garantir vaga, a dupla brasileira precisa ser finalista em suas respectivas categorias.


“Começar o ano com o título do Ranking Series Matteo Pellicone foi muito importante e mostrou que estamos no caminho certo em busca da vaga olímpica. O torneio na Bulgária será mais uma oportunidade de colocar em prática o que estamos treinando e lutar em alto nível”, disse Giullia, ouro no torneio Ranking Series e líder do ranking mundial na categoria até 57kg.


O wrestling brasileiro possui três vagas nos Jogos Olímpicos. Além de Laís Nunes, Aline Silva até 76kg e Eduard Soghomonyan até 130kg do estilo Greco-romano, já garantiram vaga nos Jogos de Tóquio. Aline Silva segue preparação no Centro de Treinamento do Time Brasil no Rio de Janeiro. Eduard Soghomonyan treina na Califórnia, Estados Unidos, onde reside atualmente.



Foto: Confederação Brasileira de Wrestling / Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário