Rússia leva título no último segundo contra EUA e termina Mundial Juvenil de Esgrima com mais ouros - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Rússia leva título no último segundo contra EUA e termina Mundial Juvenil de Esgrima com mais ouros

Compartilhe

O Mundial Juvenil e Cadete de Esgrima chegou ao fim neste domingo com as disputas por equipes da espada. Assim como aconteceu nas disputas de florete, só deu Rússia, que chegou ao fim na liderança do quadro de medalhas, com 7 ouros, 5 pratas e 3 bronzes, totalizando 15 pódios. Pelo feminino, foi um passeio diante da Espanha, maior zebra do mundial, com uma vitória por 45-16. Já pelo masculino, uma batalha épica contra os EUA, com vitória apertada por 43 a 41, definida literalmente no último segundo. 


O time norte-americano terminou a competição com 14 medalhas, mas apenas 3 de ouro, além de 5 de pratas e 6 de bronze. A Coreia do Sul ficou em terceiro com 2 ouros no sabre e 9 medalhas no total, enquanto a Polônia levou 2 ouros na espada cadete neste sábado e 2 bronzes, no primeiro e último dia. Egito, França, Canadá e Romênia também levaram títulos. Outros 10 países medalharam (confira a listagem completa ao final). 


Domínio completo da Rússia no feminino e uma campanha surpreendente da Espanha

esgrima espanha juvenil florete

O dia começou com a improvável ida da Espanha à grande final contra a toda poderosa Rússia. O time ibérico venceu os Emirados Árabes Unidos por 45 a 35 antes de desafiar os Estados Unidos da vice-campeã Jessica Lin. Com um time aguerrido a Espanha começou na frente (5 a 4) para nunca mais largar a liderança,  e apesar de uma forte performance de Michaela Joyce, uma das principais espadistas juvenis, Dana Raposo segurou bem o último combate, perdendo por 14 a 13, mas garantindo a vitória por 45 a 42.


Em seguida, quartas-de-final latina diante da Colômbia (45 a 40) e uma vitória diante das anfitriãs egípcias por 45 a 37 garantiu a medalha espanhola. Pelo outro lado da chave, a Rússia venceu o México (45 a 21), Coreia do Sul (45 a 34) e Polônia (43 a 36), antes de levar o título com certa facilidade diante da Espanha (45 a 16). 


Esgrima Rússia Espada feminina mundial

A Polônia foi liderada pela campeã mundial cadete Alicja Klasik, mas a campeã mundial juvenil Polina Khaertdinova foi poupada da semi e atuou como reserva apenas no sétimo combate, evitando um confronto entre as duas campeãs. Na disputa pelo bronze, o Egito não conseguiu sua primeira medalha feminina, e a Polônia venceu por 45 a 29.



Final elétrica entre Rússia e EUA encerra Mundial com chave de ouro  

A disputa de espada masculina no juvenil foi a única que nem EUA nem Rússia subiram ao pódio em todo o torneio - nem tiveram representantes nas quartas, inclusive -  e a competição na sexta-feira foi dominada por França, Áustria  e Egito. A Áustria foi a primeira favorita a ficar pelo caminho já na estreia diante da Bulgária (45-42) e França e Egito se enfrentaram nas quartas, com vitória do país-sede, por 45-36. 


Mostrando que o título individual interfere pouco no combate por equipes - ou até atrapalha - o francês Kendrick Jean Joseph perdeu os três confrontos individuais e o vice-campeão Mohammed Yasseen perdeu dois dos duelos, só vencendo a ‘revanche’ diante de Jean Joseph.


Enquanto isso, EUA e Rússia mostravam porque eram as duas principais cabeças. Rússia venceu a Armênia na primeira rodada por 45-16 antes de derrotar a Finlândia, algoz do Brasil na estreia, por 45-26. Os duelos foram ficando mais difíceis, com uma vitória sobre a Suíça por 45-37 e um duelo tenso diante do Egito por 45 a 44, que não conseguiu repetir o feito do time de sabre na segunda-feira.  Para o Egito restou a disputa pelo bronze, ao vencer a Ucrânia por 45 a 37.

Egito bronze mundial de esgrima espada fencing world championships


Já os EUA estreou direto na segunda rodada com uma vitória tranquila sobre Hong Kong por 45 a 19 e espantando nova zebra diante da Espanha (45-33). A vaga na decisão veio com uma vitória sobre Ucrânia por 45 a 37.


No início do combate, Artem Sarkisyan botou a Rússia na frente por 3 a 1 diante de Nicholas Lawson, mas Tristan Szapary virou o confronto (4-3) contra Kirill Gurov, antes de permitir o empate em 4-4. No terceiro embate,  Valentin Matveev foi superior a Aleksey Udovichenko e entregou o jogo com 9 a 6, maior vantagem norte-americana em todo confronto. 



O técnico russo colocou o reserva Egor Lomaga, em pista contra o gigante Nick Lawson e deu certo, com a vantagem diminuindo para 13-11. Finalmente a Rússia virou com Sarkisyan, vice diante de Matveev (14-13), entregando em 15 a 14. Tristan Szapary chegou a empatar em 16 a 16 diante de Udovichenko no sexto jogo, mas o russo se recuperou e entregou com vantagem ainda mais larga: 22 a 19.


A última rodada de combates começou com dois espadistas prontos para o ataque a qualquer instante, produzindo o maior número de toques de todo o confronto. O norte-americano Matveev buscou o empate (26-26), mas Lomaga, fundamental para a virada russa no início do jogo, mais uma vez mostrou sua força e abriu 31 a 27, antes de entregar em 32 a 30, com vitória parcial de Matveev por 11 a 10. 

Egor Lomaga Rússia heart celebrates comemora


No oitavo embate, Udovichenko e Lawson trocaram muitos toques duplos, que só deixava a Rússia mais perto dos 45 mágicos para o título, até que os três minutos se encerraram com vitória parcial russa de 38 a 36. 


No duelo final, Artem Sarkisyan, vice-campeão mundial cadete entrou em pista com a obrigação de defender a vantagem do país, diante de Tristan Szapary. Em um jogo de pernas altamente defensivo, ele evitou ao máximo o toque no primeiro minuto, até que o norte-americano teve paciência para empatar o confronto em 38-38. O russo seguiu bem com a movimentação, trabalhando bem os pontos para alcançar novamente a vantagem faltando um minuto (39-38). 


Artem Sarkisyan Kirill Gurov Egor Lomaga Aleksey Udovichenko Rússia Fencing World Championships Esgrima Rússia

Faltando 31 segundos, Szapary conseguiu o empate, forçando Sarkisyan a buscar rapidamente o ponto seguinte (40-39) mas o norte-americano logo empatou. Faltando 21 segundos, Sarkisyan conseguiu se defender bem dos ataques do norte-americano, e aproveitando de um buraco na defesa, fez um contra-ataque decisivo para abrir 41 a 40. 


Com 5 segundos marcando na tela, Szapary praticamente correu em pista, diminuindo a vantagem para 41 a 40 em apenas dois segundos de jogo. O que se viu em pista foi uma corrida pelo toque. Em apenas um segundo, Szapary conseguiu toque duplo, que não o ajudou muito, levando o placar a 42 a 41. Restavam apenas dois segundos e o norte-americano correu tanto que ambos saíram da área da câmera. 


EUA espada florete Nicholas Lawson Tritan Spazary Valentin Matveev Mihir Kumashi

O sistema elétrico acusou toque apenas do russo, dando vitória para a Rússia por 43 a 41. O norte-americano pediu revisão de vídeo, que não alterou o placar e a comemoração russa foi completa. Restou aos EUA a medalha de prata, única alcançada pela equipe juvenil do país. 


Confira o quadro de medalhas completo:


1- Rússia (RUS) 7 ouros 5 pratas 3 bronzes 15 medalhas

2- EUA (USA) 3 ouros 5 pratas 6 bronzes 14 medalhas

3- Coreia do Sul (KOR) 2 ouros 3 pratas 4 bronzes 9 medalhas

4- Polônia (POL) 2 ouros - pratas 2 bronzes 4 medalhas

5- Egito (EGY) 1 ouro 1 prata 3 bronzes 5 medalhas

6- França (FRA) 1 ouro 0 prata 3 bronzes 4 medalhas

7- Canadá (CAN) 1 ouro - prata 1 bronze 2 medalhas

7- Romênia (ROU) 1 ouro - prata 1 bronze 2 medalhas

9- Espanha (ESP) 1 prata / medalha

9- Israel (ISR) 1 prata / medalha

9- Turquia (TUR) 1 prata / medalha

9- Uzbequistão (UZB) 1 prata / medalha

13- Ucrânia (UCR) 3 bronzes / medalhas

14- Áustria (AUT) 1 bronze / medalha

14- Azerbaijão (AZE) 1 bronze / medalha

14- Estônia (EST) 1 bronze / medalha

14- Moldávia (MDA)  1 bronze / medalha


Fotos: Augusto Bizzi / FIE



Nenhum comentário:

Postar um comentário