Com Brígida de volta, seleção brasileira de judô é convocada para o Pan-Americano - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Com Brígida de volta, seleção brasileira de judô é convocada para o Pan-Americano

Compartilhe


A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou nesta segunda-feira (12) a lista de convocados para a disputa do Campeonato Pan-Americano, que será iniciado na próxima quinta-feira, em Guadalajara, no México. Com destaque para o retorno de Nathália Brígida, 17 atletas foram chamados para a competição, que distribuirá até 700 pontos na corrida olímpica da modalidade. 


Inscrita na categoria até 48kg, Nathália Brígida voltará a disputar uma competição internacional depois de 14 meses. Sua última luta oficial foi em fevereiro do ano passado, no  Grand Slam de Dusseldorf. Com a pandemia, ela chegou a ir a Portugal, integrando a Missão Europa, e por lá conquistou um bronze em um torneio não-oficial. Logo em seguida, porém, se lesionou e ficou afastada dos tatames.


Já recuperada, a ligeira ainda sonha com uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, mesmo tendo perdido boa parte do ciclo. Ela está na 43ª colocação do ranking mundial, com 1153 pontos. A última classificada hoje é a sul-coreana Kang Yujeong, em 27º, com 2016 pontos. Antes de ultrapassar a asiática, Brígida terá que superar sua compatriota Gabriela Chibana, que hoje é a mais próxima da zona de qualificação, aparecendo em  34º, com 1716 pontos.


Chibana também está inscrita no Pan-Americano e pode entrar na lista de classificadas momentâneas se conquistar, no mínimo, um bronze na competição. Segundo a lista de inscritas iniciais disponibilizadas pela Federação Internacional de Judô (IJF), outras seis atletas além das brasileiras estão inscritas na categoria. Destas, a melhor ranqueada é a chilena Mary Dee Vargas Ley, 37ª do mundo.



Situação semelhante que a das ligeiras é vista com as brasileiras na categoria até 57kg, em que Ketelyn Nascimento e Jéssica Pereira também lutam para se classificar aos Jogos e ambas estão inscritas no Pan. Ketelyn é a 39ª do ranking, enquanto Jessica aparece em 45ª. A última classificada está na 23ª posição. Nove atletas estão inscritas na categoria no continental.


Por outro lado, na outra categoria em que o Brasil periga de ficar um sem atleta classificado aos Jogos Olímpicos, a até 73kg masculina, nenhum judoca foi convocado para o Pan. Eduardo Barbosa, que atualmente é o 33º do ranking e está classificado por meio da cota continental, testou positivo para o coronavírus há três semanas, durante o Grand Slam de Tbilisi, e ainda não foi liberado pelo departamento médico.


Outro não inscrito é Eduardo Yudy, que foi companheiro de quarto de Barbosa, e também testou positivo há duas semanas, antes do Grand Slam de Antalya. Por conta desse ocorrido, aliás, apenas quatro atletas brasileiros competiram no torneio. Todo o restante da delegação foi isolado e cumpriu quarentena de 15 dias na Turquia, sendo liberada na última quinta-feira.


Nas demais categorias, em que os brasileiros estão em posições mais confortáveis, os principais judocas do país foram chamados para o Pan. As exceções são Eric Takabatake (60kg), Daniel Cargnin (66kg), Maria Portela (70kg) e Maria Suelen Altheman (+100kg), que foram campeões do continental disputado em novembro passado e, por isso, já alcançaram a pontuação máxima. Mayra Aguiar (78kg), ainda se recuperando de lesão, também não compete.


Assim, a equipe brasileira terá: Gabriela Chibana (48kg), Nathália Brígida (48kg), Larissa Pimenta (52kg), Ketelyn Nascimento (57kg), Jéssica Pereira (57kg), Ketleyn Quadros (63kg), Aléxia Castilhos (63kg), Ellen Santana (70kg) e Beatriz Souza (+78kg); Renan Torres (60kg), Willian Lima (66kg), Guilherme Schimidt (81kg), Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Buzacarini (100kg), Rafael Silva (+100kg) e David Moura (+100kg).


O Campeonato Pan-Americano será realizado entre quinta e sexta-feira. O Canal Olímpico do Brasil transmite todas as lutas ao vivo. Logo após a competição, será realizado um Open continental, que dará até 100 pontos no ranking. Apenas Chibana, Brígida, Ketelyn, Jéssica e Renan foram inscritos para este torneio. 


Foto de capa: Divulgaçã/CBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário