Por teste positivo, 15 judocas brasileiros são afastados e não disputarão Grand Slam de Antalya - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Por teste positivo, 15 judocas brasileiros são afastados e não disputarão Grand Slam de Antalya

Compartilhe


A seleção brasileira de judô teve baixas de peso para a disputa do Grand Slam de Antalya, na Turquia, que será iniciado nesta quinta-feira (01º). Quinze atletas foram afastados preventivamente e não participarão da competição após terem contato com o meio-médio Eduardo Yudy, que testou positivo para o coronavírus. Agora, apenas quatro brasileiros seguem inscritos no torneio.


Fora Yudy, os outros 14 atletas brasileiros testaram negativo para o coronavírus. Mesmo assim, seguindo o protocolo das autoridades locais, eles precisaram ser afastados preventivamente e isolados. Todos estão bem e sendo monitorados de perto pelo médico da seleção brasileira, dr. Rafael Sugino, que acompanha a equipe na Turquia.


Vale destacar que Yudy já havia ficado de fora do Grand Slam de Tbilisi, na Geórgia, disputado na última semana. Ele estava inscrito na competição, mas foi afastado na ocasião por seu companheiro de quarto, Eduardo Barbosa (73kg), ter apresentado teste positivo para a Covid-19. O meio-médio foi isolado na Geórgia por precaução, mas seguiu para a Turquia junto aos seus companheiros.


“É um momento, realmente, de muito cuidado e precaução e que exige um esforço conjunto de toda a comunidade do judô para minimizar os riscos de contaminação e para que as competições aconteçam em ambiente seguro para todos os participantes. Nossos atletas estão frustrados, mas entendem que a saúde e a segurança de todos é prioridade”, explica Ney Wilson, gestor de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Com as baixas, apenas quatro atletas brasileiros competirão em Antalya: Eric Takabatake (60kg), Daniel Cargnin (66kg), Willian Lima (66kg) e David Moura (+100kg). Eles não estiveram em Tbilisi e, por isso, não tiveram contato com os outros integrantes da seleção brasileira. Os mais leves entram em ação já nesta quinta-feira, enquanto o pesado só competirá no sábado.


O torneio em Antalya é o último da série de Grand Slams da temporada, competição que dá 1.000 pontos para o campeão no ranking mundial e é de fundamental importância na briga por vagas na Olimpíada de Tóquio. Por enquanto, o Brasil tem atletas classificados aos Jogos em 12 categorias, estando fora na 48kg e 57kg, ambas femininas. 


Brasileiros afastados de Antalya: Gabriela Chibana (48kg), Larissa Pimenta (52kg), Ketelyn Nascimento (57kg), Jessica Pereira (57kg), Ketleyn Quadros (63kg), Aléxia Castilhos (63kg), Maria Portela (70kg), Ellen Santana (70kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Beatriz Souza (+78kg); Eduardo Yudy (81kg), Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Buzacarini (100kg)* e Rafael Silva (+100kg).

*Não competiu em Tbilisi

Foto de capa: CBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário