100 dias para Tóquio: confira a atual projeção das vagas olímpicas no golfe feminino - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

100 dias para Tóquio: confira a atual projeção das vagas olímpicas no golfe feminino

Compartilhe

Nesta quarta-feira (14), chegamos na marca de 100 dias para a chegada dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A data especial ocorre ainda no meio da pandemia de coronavírus, que fez com que o megaevento poliesportivo fosse adiado em um ano. Mas desta vez os atletas não deverão enfrentar mais um atraso na competição. 

Ao atingirmos essa marca de 100 dias para os Jogos, colocamos cada vez mais nossos olhos à incessante busca pela classificação olímpica. E para comemorar a data, o Surto Olímpico fez uma projeção de vagas no golfe. Mais cedo, você conferiu a atual situação no masculino. E agora, vamos falar da modalidade no feminino. 

Coreia do Sul e Estados Unidos são as grandes potências do esporte e devem confirmar equipes com quatro atletas direto do top-15. Vale lembrar que as nações com jogadoras abaixo das 15 melhores podem obter apenas duas vagas. 

Ao todo, o golfe feminino na Olimpíada de Tóquio contará com 60 atletas, mesmo número que no masculino. A projeção tem como base os dados disponibilizadas pelo Ranking Mundial de Golfe Feminino atualizado no dia 12 de abril, já com os pontos da disputa do ANA Inspiration, primeiro Major do ano para as mulheres, vencido pela tailandesa Patty Tavatanakit

O Brasil já não tem mais chances de classificação. A melhor atleta do país na modalidade é Luiza Altmann, atual 1.256º do mundo. 

Confira agora a projeção de vagas do golfe feminino 

*Em itálico, atletas que estiveram na Rio-2016 

Coreia do Sul: Ko Jin-Young (1ª), Park Inbee (2ª), Kim Sei-Young (3ª) e Kim Hyo Joo (8ª) 

Essa nação deverá contar com uma intensa disputa pela quarta vaga olímpica. Ao todo, são oito golfistas sul-coreanas no top-20, sendo que cinco estão entre as 15 melhores do mundo. 

Estados Unidos: Nelly Korda (4ª), Danielle Kang (5ª), Lexi Thompson (7ª) e Jennifer Kupcho (12ª) 

A grande potência ocidental no golfe feminino também deverá contar com uma forte batalha por classificação olímpica. Além das atletas citadas, os Estados Unidos contam com mais quatro top-30. 

Canadá: Brooke Henderson (6ª) e Alena Sharp (113ª) 

Japão: Hataoka Nasa (9ª) e Shibuno Hinako (18ª) 

Austrália: Minjee Lee (10ª) e Hannah Green (20ª) 

Nova Zelândia: Lydia Ko (11ª) 

Tailândia: Patty Tavatanakit (13ª) e Ariya Jutanugarn (30ª) 

Alemanha: Sophia Popov (21ª) e Caroline Masson (58ª) 

China: Feng Shanshan (23ª) e Liu Yu (61ª) 

Espanha: Carlota Ciganda (25ª) Azahara Munoz (77ª) 

Grã-Bretanha: Charley Hull (34ª) e Melissa Reid (36ª) 

Filipinas: Yuka Saso (46ª) e Bianca Pagdanganan (149ª) 

Dinamarca: Nanna Koerstz Madsen (53ª) e Emily Kristine Pedersen (69ª) 

Suécia: Anna Nordqvist (54ª) e Madelene Sagstrom (72ª) 

México: Gabby Lopez (59ª) e Maria Fassi (150ª) 

França: Celine Boutier (63ª) e Perrine Delacour (97ª) 

África do Sul: Ashleigh Buhai (68ª) e Lee-Anne Pace (276ª) 

Países Baixos: Anne van Dam (104ª) 

Irlanda: Stephanie Meadow (108ª) e Leona Maguire (118ª) 

Taiwan: Hsu Wei Ling (122ª) e Lu Teresa (135ª) 

Porto Rico: Maria Fernanda Torres (131ª) 

Malásia: Kelly Tan (138ª) e Jang Eun Soo (283ª) 

Índia: Aditi Ashok (165ª) 

Suíça: Albane Valenzuela (196ª) 

Noruega: Marianne Skapnord (207ª) e Tonje Daffinurd (369ª) 

Finlândia: Matilda Castren (212ª) e Sanna Nuutinen (240ª) 

Bélgica: Manon De Roey (222ª) 

Colômbia: Mariajo Uribe (237ª) 

Áustria: Christine Wolf (264ª) 

Hong Kong: Chan Tiffany (267ª) 

Equador: Daniela Darquea (282ª) 

República Tcheca: Klara Spilkova (310ª) 

Itália: Giulia Molinaro (356ª) e Lucrezia Colombotto Rosso (374ª) 

Argentina: Magdalena Simmermacher (399ª) 

Foto: Associated Press 

Nenhum comentário:

Postar um comentário