Sul-Americano de Esportes Aquáticos: Brasil leva quatro medalhas entre saltos ornamentais e águas abertas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Sul-Americano de Esportes Aquáticos: Brasil leva quatro medalhas entre saltos ornamentais e águas abertas

Compartilhe

 


O Brasil conquistou mais quatro medalhas nesta sexta-feira (26), no nono dia de disputas do Campeonato Sul-Americano de Esportes Aquáticos, em Buenos Aires (ARG). Foram três pódios nos saltos ornamentais e um nas maratonas aquáticas. No polo aquático, a seleção feminina encerrou a primeira fase com 100%, enquanto a masculina perdeu sua invencibilidade diante da Argentina.


Entre as medalhas do dia, destaque para mais uma dobradinha de Luana Lira e Anna Lucia Santos, agora no trampolim 3m feminino. Elas já haviam subido juntas ao pódio no trampolim 1m feminino, com o ouro e prata. Desta vez, as medalhas foram de prata e bronze. Luana ficou em segundo, com 271.05 pontos, com Anna em terceiro, marcando 262.80. O ouro foi para a colombiana Diana Pineda, a 276.20.


A terceira medalha dos saltos foi conquistada por Luis Felipe Moura, no trampolim 1m masculino. Ele foi o "intruso" num pódio colombiano, ficando com a medalha de prata com a pontuação de 377.45, atrás de Alejandro Muñoz (416.20) e a frente de Sebastian Mendoza (375.90). Esta foi a quarta medalha de Luis no Sul-Americano: ele tem um ouro, duas pratas e um bronze.



Já nas maratonas aquáticas, os nadadores brasileiros voltaram às águas de Mar del Plata depois de um dia de descanso. Numa chegada muito apertada, Alexandre Finco ficou com o bronze nos 10km - prova olímpica da modalidade -, marcando 1h57m50s07. O ouro foi para o argentino Ivo Franco, a 1h57m47s20, e a prata para o equatoriano David Berru, com 1h57m47s90.


Henrique Figueirinha, que foi o outro representante brasileiro na disputa masculina, acabou na sétima posição, a pouco menos de dois minutos de seu compatriota (1h59m36s08). Entre as mulheres, Julia Diogo também acabou em sétimo, com 2h14m12s01, a mais de seis minutos do pódio, enquanto Cibelle Jungblut não completou a prova por conta do frio. 


Surte +: Relembre as três medalhas obtidas pelos maratonistas aquáticos nos 5km


Com os resultados desta sexta-feira, o Brasil já chega a 57 medalhas na competição: até aqui, são 16 ouros, 21 pratas e 20 bronzes. O país segue na segunda colocação do quadro geral de medalhas, atrás somente da Colômbia, mas a frente da anfitriã Argentina. O torneio seguirá neste sábado, com o último dia de disputas dos saltos ornamentais e das águas abertas, e será encerrado no domingo.


As últimas rodadas da primeira fase dos torneios do polo aquático também foram realizadas nesta sexta-feira. A seleção brasileira feminina venceu o Uruguai por 22 a 1, com cinco gols de Mirella Coutinho, e avançou à semifinal com 100% de aproveitamento. A equipe voltará a jogar neste sábado, contra o Peru, às 14h30 (horário de Brasília).


O time masculino, por sua vez, que vinha de uma campanha irretocável, foi derrotado pela Argentina, por 9 a 7, e perdeu sua invencibilidade na competição, encerrando a primeira fase na segunda colocação. A equipe também jogará neste sábado, às 18h30, contra a Colômbia, em busca de uma vaga na grande final.


Foto de capa: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário