Brasil é goleado por Montenegro no Pré-Olímpico de polo aquático e chega à terceira derrota na competição - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Brasil é goleado por Montenegro no Pré-Olímpico de polo aquático e chega à terceira derrota na competição

Compartilhe

 


O Brasil sofreu nesta terça-feira (16) sua terceira derrota no Pré-Olímpico de polo aquático, agora para Montenegro, por 15 a 5. A equipe ainda não venceu na competição, disputada em Roterdã, nos Países Baixos, mas segue com chances matemáticas de se classificar à próxima fase. Basta vencer a Geórgia nesta quarta-feira e torcer por uma combinação de resultados.


Seguindo a tônica da última partida contra a Grécia, o Brasil sofreu com a imposição técnica de um adversário europeu. Montenegro abriu 3 a 0 logo no começo e não saiu mais da frente do placar. Os brasileiros fizeram um bom segundo período e chegaram a encostar no placar por duas vezes, ficando com 3 a 2 e 6 a 4 contra, mas cederam contra-ataques e viram os adversários abrirem 9 a 4 ao final da parcial. 


O bom ritmo brasileiro visto no segundo quarto não seguiu para o restante da partida. Favorita a ficar com uma das três vagas olímpicas a Tóquio 2020 disponíveis no torneio, Montenegro engordou a goleada na parte final do jogo. Com um forte ritmo ofensivo uma marcação pressão na defesa, a equipe europeia marcou mais seis gols nos últimos quartos e cedeu apenas um, decretando a vitória em 15 a 5.


Grummy foi o artilheiro do Brasil na partida, com dois gols em cinco tentativas. Guilherme Gomes, Gustavo Coutinho e Rafael Real anotaram um gol cada. A equipe teve um aproveitamento nos chutes de 23,8% (5/21) contra 46,9% dos adversários (15/32) Pelo lado montenegrino, Aleksandar Ivovic e Marko Petkovic fizeram três gols cada e foram os artilheiros da partida. 


Com mais uma derrota, o Brasil chegou a três tropeços em três jogos. Apesar de amargar a quinta e última colocação do Grupo A, com zero pontos e saldo de -21, a equipe ainda possui chances de se classificar à próxima fase do Pré-Olímpico. A seleção precisará vencer seu último jogo da primeira fase, que é contra a Geórgia na quarta-feira (16), e torcer por uma pequena combinação de resultados envolvendo a própria Geórgia e o Canadá.


Caso a Geórgia vença o Canadá logo mais, o Brasil terá que vencer seu último adversário por uma diferença mínima de gols (a depender de quanto será Geórgia x Canadá) e torcer para que ele perca para Montenegro na quinta-feira para se classificar. Como o primeiro critério de desempate é o confronto direto, em caso de vitória canadense os brasileiros assegurarão o quarto lugar do grupo com uma simples vitória sobre a Geórgia na quarta (atualização: Geórgia venceu, mas Brasil segue com chances).


Diferente situação vive Montenegro. Longe de fazer contas, a seleção já assegurou seu lugar na segunda fase do Pré-Olímpico, juntando-se a Grécia, com 4 pontos e um saldo de gols de 24 positivo em dois jogos disputados. A equipe enfrentará a Grécia nesta quarta-feira para a definição do primeiro lugar do grupo.


Vale lembrar que o Pré-Olímpico é composto por 11 equipes - eram 12, mas a Turquia foi desclassificada às vésperas após um surto de Covid-19 no elenco -, divididas em dois grupos. Todos se enfrentam entre si em cada uma das chaves e os quatro primeiros colocados avançam às quartas de final. A partir daí, confrontos eliminatórios serão disputados até que sejam definidos os medalhistas, que carimbarão passaporte para Tóquio.


Surte +: Confira como está a situação do Grupo B do Pré-Olímpico


Foto de capa: Divulgação/FINA

Nenhum comentário:

Postar um comentário