Após disputa com 30 pênaltis, Croácia bate Rússia e garante última vaga do polo aquático masculino em Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Após disputa com 30 pênaltis, Croácia bate Rússia e garante última vaga do polo aquático masculino em Tóquio 2020

Compartilhe

Com muita emoção, a Croácia conquistou neste domingo (21) a última vaga do polo aquático masculino aos Jogos Olímpicos de Tóquio. Atual vice-campeã olímpica, a equipe carimbou o passaporte após derrotar a Rússia em uma longínqua disputa de pênaltis, que durou 30 cobranças, na disputa de bronze do Pré-Olímpico, realizado em Roterdã, nos Países Baixos. No duelo das já classificadas, Montenegro bateu a Grécia e ficou com o título do torneio.

Derrotadas no dia anterior, Croácia e Rússia tiveram pouco tempo para se recuperar e caíram na água no início da tarde de domingo neerlandês. Os dois países, que já haviam se enfrentado na primeira fase da competição - na ocasião, a Rússia venceu por 14 a 13 -, enfrentavam situações distintas no contexto olímpico do polo aquático. Enquanto a ex-Iugoslávia tentava ir a sua sétima Olimpíada consecutiva, a ex-União Soviética buscava voltar aos Jogos após mais de 16 anos de espera.

Diante dos cenários, o jogo decisivo foi repleto de emoção. A Croácia abriu o marcador e manteve-se a frente do placar durante todo o primeiro período, anotando 4 a 3 ao final da parcial. A Rússia conseguiu passar a frente no segundo quarto, em 6 a 5, e assim permaneceu até a reta final do terceiro período, quando novamente os croatas voltaram a ficar em vantagem, em 9 a 8.

Se já estava disputada, a partida tomou proporções ainda mais intensas no último período. Com muitas faltas, o saldo da parcial foi de seis expulsões - três para cada lado. As equipes trocaram alguns gols, mas a Croácia sempre esteve a frente. Na reta final do jogo, o marcador apontava 11 a 10 e a Rússia conseguiu o empate a 16 segundos do fim, levando a decisão para a disputa de pênaltis.

Lá, foram 30 cobranças - 15 para cada lado - até que um vencedor fosse definido. As seleções desperdiçaram um pênalti nas cinco primeiras cobranças e depois converteram tudo. Quando a disputa parecia não ter fim, brilhou a estrela do croata Marko Bijac para defender o pênalti de Roman Shepelev. Na sequência, Josip Vrlic, que competiu pelo Brasil na Rio-2016, fez o gol e classificou a Croácia para Tóquio-2020.

Atual vice-campeã olímpica, a Croácia fará sua sétima participação olímpica na capital japonesa. Desde que passou a competir de forma independente nos Jogos, em Atlanta-1996, o país sempre esteve presente com sua seleção masculina de polo aquático. Além da medalha no Rio, a equipe foi prata em Atlanta e conquistou o ouro em Londres-2012.


A Croácia juntou-se a Grécia e Montenegro como os últimos classificados do torneio olímpico do polo aquático masculino. Os dois países conseguiram suas vagas após terem chego à final do Pré-Olímpico da modalidade, que, inclusive, também foi disputada neste domingo. O vencedor foi Montenegro, com placar em 10 a 9, encerrando a competição com 100% de aproveitamento.

Vale lembrar que o Brasil também participou do torneio, mas acabou eliminado na primeira fase. Depois de enfrentar problemas para chegar nos Países Baixos, oriundos das medidas restritivas causadas pela Covid-19, a seleção verde-amarela perdeu os quatro jogos que fez, sendo goleada por Grécia e Montenegro.

Grupos de Tóquio 2020 são sorteados

Logo após a definição do último classificado no polo aquático masculino, a Federação Internacional de Natação (FINA) realizou os sorteios dos grupos dos torneios olímpicos masculino e feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Entre os homens, serão 12 equipes, divididas em duas chaves, onde os quatro primeiros avançam ao mata-mata. Já entre as mulheres, serão dez equipes, com o mesmo regulamento do masculino. Confira abaixo:

Masculino
Grupo A
África do Sul
Estados Unidos
Hungria
Grécia
Itália
Japão

Grupo B
Austrália
Cazaquistão
Croácia
Espanha
Montenegro
Sérvia


Feminino

Grupo A
África do Sul
Austrália
Canadá
Espanha
Países Baixos

Grupo B
China
Estados Unidos
Hungria
Japão
Rússia


Foto de capa: Divulgação/FINA

Nenhum comentário:

Postar um comentário