Thiago Braz volta a saltar 5,50m e fica em último na Diamond League de Mônaco - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Thiago Braz volta a saltar 5,50m e fica em último na Diamond League de Mônaco

Compartilhe

O campeão olímpico no salto com vara Thiago Braz voltou às pistas nesta sexta-feira e competiu pela segunda vez na temporada ao ar livre. Ele participou da etapa de Mônaco da Diamond League e terminou na última colocação, após um único registro válido de 5,50m. O sueco Armand Duplantis foi o campeão, estabelecendo a melhor marca da temporada com 6,00m.
 
Braz iniciou seus trabalhos já nos 5,50m. Depois de falhar na primeira tentativa, ele obteve êxito no segundo salto, igualando a melhor marca pessoal da temporada, que fora registrada há duas semanas, em Triestre, na Itália. Todos os concorrentes também avançaram. Com o sarrafo a 5,60m, ele errou as três tentativas e ficou estagnado nos 5,50m.

Surte + Ainda na Diamond League de Mônaco, Joshua Cheptegei bate recorde mundial nos 5.000m

A competição reuniu apenas cinco atletas. Oito estavam inscritos, mas apenas seis estiveram em Mônaco (atual bicampeão mundial, Sam Kendricks estava pronto para participar, mas suas varas não chegaram ao principado). Além de Thiago, o italiano Claudio Michel Stecci não saltou para 5,60m. No entanto, como passou dos 5,50m de primeira, o brasileiro ficou em último.

Somados os desempenhos das duas competições em que participou na temporada, Braz realizou 11 saltos (entre 5,50m e 5,70m) e obteve apenas dois válidos, ambos para 5,50m. Vale lembrar que sua melhor marca do ciclo olímpico foi registrada no ano passado, justamente na Diamond League de Mônaco. Agora, seu próximo compromisso será no dia 23, na etapa de Estocolmo do circuito.

Armand Duplantis foi o vencedor da competição monegasca desta sexta, registrando a melhor marca da temporada geral, com 6,00m. Ele superou o 5,94m dele mesmo, feito há um mês em Gotemburgo. Depois do salto, o sueco subiu o sarrafo para 6,15m, a fim de tentar fazer a melhor marca da história ao ar livre, mas falhou nas três tentativas. O belga Ben Broeders terminou em segundo, e o filipino Ernest Obiena fechou o pódio.

Surte + Confira um resumo completo do que melhor aconteceu na Diamond League de Mônaco

Foto: Reprodução/Twitter_@Diamond_League

Nenhum comentário:

Postar um comentário