Murilo Sartori e Fernando Scheffer fazem dobradinha nos 200m livre, e Viviane Jungblut leva prata na abertura do Open de Loulé de Natação - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Murilo Sartori e Fernando Scheffer fazem dobradinha nos 200m livre, e Viviane Jungblut leva prata na abertura do Open de Loulé de Natação

Compartilhe

Nesta sexta-feira, dia 14, começou o Open de Loulé, em Portugal, com a presença de nadadores de Andorra, Brasil, Espanha e Portugal. A seleção brasileira teve um desempenho abaixo do esperado,  vendo um domínio espanhol.

O time brasileiro conquistou apenas uma vitória, de Murilo Sartori, nos 200m livre (foto de destaque, com o técnico Fábio Cremonez em Loulé) e duas pratas, com a única mulher enviada para Portugal, Viviane Jungblut, nos 800m livre e Fernando Scheffer numa dobradinha.

Sartori ainda foi essencial para o ouro no revezamento 4x200m livre, ao receber o Brasil atrás da Espanha e fechar com 2 segundos de vantagem. Leia tudo sobre a prova do revezamento, que fechou a sessão aqui.

Guilherme Guido, Felipe França, Leonardo Coelho Santos e Breno Correia também competiram. A Espanha conseguiu um pódio completo e só perdeu nos 200m livre, que viu a dobradinha do Brasil e nos 200m borboleta feminino que teve vitória portuguesa.

A melhor performance do dia pela tabela de pontos da FINA foi a de Paloma de Bordons Garcia, com os 28.40m no 50m costas (857 pontos), enquanto a prova dos 1.500m livre que abriu viu o 2º, 3º e 4º melhores desempenhos. Murilo Sartori ficou em quinto lugar nesta lista, com 841 pontos nos 100m livre.


Confira todos os resultados em detalhes.


1500m masculino Ouro: Albert Escrits Manosa (ESP) 15:19.65 Prata: José Paulo Lopes (POR) 15:19.76 Bronze: Raul Santiago Betancor (ESP) 15:19.97
Foi uma disputa entre o jovem português de 19 anos, José Paulo Lopes contra uma dupla espanhola durante todo o trajeto. Melhor para Albert Escrits Manosa, que levou o primeiro ouro de Loulé. José Paulo Lopes melhorou em quase cinco segundos seu PB (era de 15:24.52 de 2018).


Lopes fez PB e foi o destaque local no primeiro dia de competições do Open de Loulé - Foto: Reprodução / Sportv3 Portugal

Pelo Brasil, Alexandre Finco ficou em 5º com 15:34.04, Fernando Ponte foi o 6º, com 15:35.21 e Diogo Villarinho terminou em 7º com 15:39.94, todos acima de seus melhores tempos, em especial Villarinho. 


800m feminino Jimena Perez Blanco (ESP) 8:39.05; Prata: Viviane Jungblut (BRA) 8:40.90 Bronze: Diana Margarida Durães (POR) 8:45.17 
Única brasileira na equipe, Jungblut fez bonito e levou a medalha de prata. Ela esteve na briga pelo ouro até as últimas piscinas. Ela fez o seu 7º melhor tempo da história, melhor marca desde o Pan 2019 e 18º para uma brasileira. 


50m costas masculino Juan Francisco Segura Gutierrez (ESP) 25.42; Prata: Gabriel Jose Lopes (POR) 26.09; Bronze: Manuel Martos Bacarizo (ESP) 26.12  
Gutierrez, espanhol, curiosamente fez o mesmo tempo do recorde português.


Guilherme Guido decepcionou e terminou apenas em quinto lugar com 26.21.




50m costas feminino Ouro: Paloma De Bordons Garcia (ESP) 28.40 Prata: Africa Zamorano Sanz (ESP) e Camila Rodrigues Rebelo (POR) 29.45 Foi a quarta vitória espanhola na competição, que temrinou com um empate na disputa pela prata.


200m borboleta masculino Ouro: Joan Lluis Pons Ramon (ESP) 2:00.58 Prata: Diogo Filipe Carvalho (POR) 2:01.35; Bronze: Tiago Roberto Cordeiro (POR) 2:01.69 

O brasileiro Leonardo Coelho Santos ficou em oitavo lugar com 2:08.77



200m borboleta feminino Ouro: Ana Catarina Monteiro (POR) 2:10.85; Prata: Catalina Corro Lorente (ESP) 2:13.86 ; Bronze: Paula Juste Sanchez (ESP) 2:15.95 

Foi a única vitória portuguesa em Loulé. Vale lembrar que Giovanna Tomanik Diamante e Maria Luiza Pessanha, que não foram levadas para a Missão Europa, fizeram tempos abaixos de 2:15 no ano passado nesta prova. 



200m livre masculino Ouro: Murilo Sartori (BRA) 1:48.03; Prata: Fernando Scheffer (BRA) 1:48.43; Bronze: Cesar Castro Valle (ESP) 1:49.15 

Disparada, a melhor prova brasileira no primeiro dia e única vitória brasileira, com direito a dobradinha. O terceiro membro, Breno Correia quase completou o pódio e ficou em quarto, com 1:49.19.

Aos 18 anos, Sartori conseguiu seu quarto melhor tempo da carreira, com 1:47.39 como seu PB.




100m livre feminino Ouro: Lidon Munoz del Campo (ESP) 56.00; Prata: Ainhoa Campabadal Amezcua (ESP); Bronze: Africa Zamorano Sanz (ESP) 56.87

Foi a segunda medalha de Africa e o primeiro pódio completo espanhol no dia.



200m peito masculino Alex Castejon Ramirez (ESP) 2:14.43; Prata: Gabriel Jose Lopes (POR) 2:15.60; Bronze: Rafael Gomes Simões (POR) 2:16.32

Felipe França terminou em sétimo e último lugar, bem atrás do penúltimo, com 2:21.39.




200m peito feminino Ouro: Jessica Vall Montero (ESP) 2:24.83; Prata: Marina Garcia Urzainqui (ESP); Bronze: Victoria Kaminskaya (POR) 2:28.53.


4x200m livre feminino Ouro: Portugal 8:17.76; Prata: Espanha B 8:19.39; Bronze: Espanha A 8:19.40
(todos detalhes aqui)

4x200m livre masculino Ouro: Brasil 7:22.95 Prata: Espanha A 7:25.00 Bronze: Portugal 7:26.38
(detalhes aqui)
Foto: Divulgação / Best Swimming

Nenhum comentário:

Postar um comentário