Murilo Sartori acelera para garantir ouro ao Brasil nos 4x200m livre no Open de Loulé - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Murilo Sartori acelera para garantir ouro ao Brasil nos 4x200m livre no Open de Loulé

Compartilhe
Nadador Murilo Sartori é principal destaque do Brasil no open de Loulé

O complemento do primeiro dia de atividades do Open Natação de Loulé 2020 viu mais uma atuação fenomenal de Murilo Sartori para ser o melhor nadador disparado e levar o Brasil ao ouro dos 4x200m livre masculino, com um tempo de 7:22.95. É o melhor tempo do ano, a frente dos 7:37.09 feitos na Ucrânia em 12 de março de 2020.

Foi o segundo ouro do brasileiro no primeiro dia de atividades de Loulé, após sua vitória nos 200m livre individual, a frente de Fernando Scheffer que ficou em 2º e Breno Correia, que terminou em 4º.

Espanha A ficou com o bronze com 7:25.00, a frente de Portugal, com 7:26.38. O time juvenil espanhol, que terminou em 4º e o time B da Espanha ficou em 5º.
Breno Correia abriu para 1:50.78 (ele fez os 200m livres mais cedo a 1:49.1), atrás do português Miguel Duarte Nascimento, que entregou com 1:49.49. Cesar Castro Valle, que foi bronze nos 200m livre mais cedo, piorou dois segundos e fez apenas 1:51.32 ao abrir para o time espanhol. 

Fernando Scheffer fez 1:50.24 e o Brasil virou em 1º em 3:41.02, e Miguel Duran Navia passou Tomas Miguel Veloso, para por a Espanha em 2º com 3:41.43, a frente do Portugal com 3:41:61.

Nos 600m, Francisco Javier Chacon Mateos ultrapassou Leonardo Coelho Santos para entregar a Espanha na liderança com 5:34.27, a frente do Brasil, com 5:35.39 e de Portugal que ficou para trás com 5:35.58. Leo fez 1:53.56.

Murilo Sartori entrou na piscina 1 segundo e 12 centésimos atrás da Espanha, que fechou com Morirtz Berg Eischeid. Na primeira piscina ele diminuiu apenas 12 centésimos e na segunda mais 59 centésimos. Nos últimos 100 metros, Sartori acelerou e já virou para a última piscina com 1 segundo e 21 centésimos de vantagem, para fechar com 2.05 segundos a frente e garantir o segundo ouro do Brasil na disputa. Sartori nadou para 1:48.37 e o Brasil fechou com 7:22.95.

No 4x200m livre feminino, Portugal venceu sua segunda medalha de ouro do dia. O time formado por Diana Margarida Duraes, Rita Barros Frischknecht, Francisca Soares Martins e Ana Catarina Monteiro bateu com 8:17.76, segundo melhor tempo da história portuguesa (recorde é 8:13.42, em 2018) a frente da Espanha B (8:19.39) e Espanha A (8:19.40). O time juvenil da Espanha desistiu.

Foto: Divulgação CBDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário