IFSC anuncia cronograma adaptado para a Copa do Mundo de Escalada Esportiva - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

IFSC anuncia cronograma adaptado para a Copa do Mundo de Escalada Esportiva

Compartilhe

Um dos esportes com o calendário mais afetado pela pandemia do novo coronavírus, a escalada esportiva se prepara para a retomada das competições. Na última sexta-feira (26), a Federação Internacional do esporte (IFSC, na sigla em inglês) divulgou novas datas para a Copa do Mundo de 2020 da modalidade, que estava suspensa desde abril.

O torneio terá um formato reduzido, com seis eventos das três disciplinas (bloco, velocidade e dificuldade) sendo disputados. A abertura ocorrerá em Briançon, na França, entre os dias 21 e 22 de agosto, apenas com a prova de dificuldade. Salt Lake City, nos Estados Unidos, receberá um torneio de velocidade e de bloco de 11 a 13 de setembro, seguido pela etapa de Seul, capital sul-coreana, que receberá o campeonato no início de outubro, do dia 7 ao dia 11 (data ainda a ser confirmada), com as três disciplinas contempladas.

As cidades chinesas Chongqing e Wujiang estão programadas para realizar eventos de bloco e de velocidade nos dias 23 a 25 de outubro e 30 de outubro a 1 de novembro, respectivamente. A temporada está prevista para terminar com competições de dificuldade e de velocidade em Xiamen,  também na China, de 4 a 6 de dezembro.

Diretrizes e regras específicas sobre higiene, distanciamento social e uso de dispositivos de proteção individual estarão presentes em todos os eventos. Como as restrições de viagem podem não permitir a participação de determinados atletas, não serão atribuídos pontos para o ranking mundial. Pelo mesmo motivo, não serão declarados atletas campeões da Copa do Mundo após todos os seis eventos.


"Vi uma força de vontade extraordinária em vários organizadores", disse o presidente da IFSC, Marco Scolaris, sobre a retomada do calendário da escalada esportiva. "Estamos cientes das dificuldades, dos desafios e da incerteza. No entanto, o mundo precisa de uma mensagem de esperança".

O presidente destacou ainda que está otimista com o sucesso da reformulada Copa do Mundo, apesar das dificuldades impostas pela pandemia.

"A saúde e a segurança de nossos atletas, oficiais, funcionários e voluntários sempre serão nossa principal prioridade, mas, olhando para a paixão que se vive em Briançon, hoje estamos confiantes de que, juntamente com a Federação Francesa de Alpinismo e Escalada, e em total conformidade com as leis e regulamentos franceses, poderemos oferecer uma boa competição", acrescentou.

Inicialmente, outras seis etapas seriam realizadas em 2020. No entanto, a pandemia de Covid-19 levou ao cancelamento das disputas nas cidades suíças de Meringen e Villars e em Ljubljana, na Eslovênia. Além disso, Chamonix (França), Munique (Alemanha) e Innsbruck (Áustria), que também receberiam eventos da Copa do Mundo nesta temporada, ficarão fora do circuito.

A escalada esportiva fará sua estreia no programa olímpico nos Jogos de Tóquio, com as disputas ocorrendo no Parque Urbano de Aomi. No torneio, o melhor atleta combinando os resultados das três diferentes provas - velocidade, dificuldade e bloco - será considerado o campeão olímpico, com o mesmo valendo para a categoria feminina. O Brasil não conseguiu classificar nenhum escalador para as Olimpíadas.

Surte +: César Grosso anuncia sua aposentadoria da escalada esportiva

Foto: Eddie Fowke/IFSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário