Em live do COI para comemorar o Dia Olímpico, Hugo Calderano faz exercícios e comenta sobre treinamentos durante a pandemia - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Em live do COI para comemorar o Dia Olímpico, Hugo Calderano faz exercícios e comenta sobre treinamentos durante a pandemia

Compartilhe

Bicampeão pan-americano e atual número seis do ranking mundial, o mesa-tenista Hugo Calderano participou nesta terça-feira (23) de uma live em comemoração ao Dia Olímpico, realizada no Instagram do Comitê Olímpico Internacional (COI). 

Na live, além de praticar exercícios, o atleta respondeu perguntas dos internautas, falou sobre sua carreira e revelou como está sua preparação para Tóquio 2020. Para o brasileiro, a experiência foi muito interessante.

"Eu achei a iniciativa muito bem pensada e bem executada", contou ao Surto após a participação. "Foi divertido participar. Não tive que me preparar muito, apenas chequei se conhecia todos os exercícios e pensei em um desafio para sugerir."

A transmissão começou às 11 horas da manhã (horário de Brasília) e durou cerca de 35 minutos. Durante esse tempo, Hugo e a apresentadora da live, a brasileira e funcionária do COI, Kyrian Mello, fizeram um programa de treinos criado exclusivamente para o Dia Olímpico. O brasileiro também desafiou Kyrian a realizar um movimento típico dos treinamentos de tênis de mesa.




Na sequência, Calderano e a apresentadora conversaram sobre as experiências do atleta durante a pandemia. O brasileiro, que participou da live de sua casa em Ochsenhausen, na Alemanha, relatou que chegou a trazer uma mesa para sua sala de estar para não perder o contato com o esporte.

"No início, ficamos mais em casa. Trouxe uma mesa para que pudéssemos treinar e não perder o contato com a raquete e a bolinha", contou Hugo. "Mas tivemos sorte, porque os ginásios reabriram mais cedo aqui na Alemanha, que foi um caso à parte. Pudemos voltar a treinar, mas com apenas cinco pessoas no ginásio; então não tivemos uma variedade de jogadores ou de treinadores. Mesmo assim, foi bom treinar nesse período, pois o calendário do tênis de mesa é cheio, então é bom praticar sem ter nenhuma competição em uma data próxima."

Com a volta das competições na Alemanha, Hugo disputou, na última semana, a final da Bundesliga de tênis de mesa. O Ochsenhausen, equipe de Calderano, perdeu na partida decisiva para o Saarbrucken por 3 a 1. O brasileiro, que perdeu os dois jogos que disputou na final, relatou ao Surto Olímpico que avaliou de maneira positiva a retomada de seu esporte e o desempenho de seu time, mas que sentiu algumas diferenças importantes.

"Foi muito bom poder voltar a jogar, mas é muito diferente do que estamos acostumados", afirmou. "A sensação de entrar num ginásio vazio e jogar sem torcida não é nada boa. A nossa equipe encerrou um ciclo de dois anos com essa formação em que conseguimos chegar às finais dos quatro campeonatos que disputamos, conquistando dois títulos. Acho que podemos nos orgulhar do nosso time".

Com a Bundesliga encerrada, Hugo partirá para a Espanha nos próximos dias, onde descansará e passará tempo com a família. Sem competições importantes no radar imediato, o atleta indicou acreditar que o Circuito Mundial deveria seguir paralisado, pela segurança dos esportistas e dos demais profissionais envolvidos.

"Acho que o Circuito nos moldes normais ainda está longe de poder voltar", disse ele. "Imagino que a Federação Internacional esteja pensando muito em alternativas para que os atletas voltem a competir. Mas não é viável pensar em retomar as competições internacionais nesse momento."

No final da transmissão do COI, o brasileiro explicou como está sua preparação para os Jogos de Tóquio, que, segundo ele, são seu maior foco atualmente.

"Meu objetivo principal é Tóquio, e é por isso que estou tirando duas ou três semanas para descansar. Depois vou fazer um training camp, aproveitando esse período sem competições para focar na parte física e, depois, na mesa. Espero que essa situação melhore, para que possamos voltar a competir em torneios internacionais, porque todo mundo quer ver mais esportes, mas infelizmente agora não é o momento pra isso."

As redes sociais são bem presentes na vida de Calderano. Além de participar da live do COI, o mesa-tenista está ativo no Instagram, disponibilizando fotos e vídeos que mostram seus treinos e alguns momentos de sua vida pessoal.




Segundo o brasileiro, que completou 24 anos na última segunda-feira (22), as mídias sociais são uma ótima forma de manter contato com os torcedores, mas não são sua maior prioridade.

"Eu vivo longe do Brasil há seis anos, então a interação e o apoio que recebo nas redes sociais são um combustível para minha motivação no dia a dia", contou ao Surto. "Eu gosto de usar as redes sociais para manter as pessoas informadas, compartilhar o que talvez seja interessante, e ter um canal pra receber o carinho e apoio que me ajudam muito no meu dia a dia. Mas não gosto de gastar tempo nem energia criando conteúdo especialmente para as redes sociais".

Surte +: Calderano, Ishiy e Jouti participam de live da CBTM e falam sobre carreira e vida na Europa

Foto: Reprodução/Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário