Últimas Notícias

Brasileira do Esqui Cross-Country realiza vaquinha para poder competir nos Jogos de Inverno de 2026


A atleta brasileira de Esqui Cross-Country, Bruna Moura, com certeza possui uma das mais bonitas, e dramáticas, história de vida no esporte brasileiro. Desde o problema cardíaco que a fez abrir mão de sua primeira paixão esportiva, o Mountain Bike, até o gravíssimo acidente que quase tirou a sua vida. Esses, e outros obstáculos que ela precisou enfrentar, mostram que a atleta oriunda de Caraguatatuba, litoral de São Paulo, é um dos maiores exemplos de superação do esporte brasileiro.

Para aqueles que não sabem, há cerca de um ano, Bruna se preparava para realizar o seu maior sonho esportivo: disputar uma edição dos Jogos Olímpicos. Após sete longos anos de aprendizado, treinamentos no esporte de inverno, e uma árdua disputa por uma das duas vagas brasileiras no Cross-Country; Bruna, havia conquistado o direito de competir sob a bandeira brasileira, nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim 2022.

Surte+ - Confira a entrevista com o esquiadora brasileira do Cross-Country, Bruna Moura.

Porém, logo após a confirmação de que iria realizar o seu sonho, novos desafios surgiram pela frente. No dia seguinte da escolha do time brasileiro que estaria em território chinês, Bruna, testou positivo e precisou ficar em isolamento por dez dias, abdicando do seu planejamento de treinos na cidade de Obertilliach, na Áustria, onde já se encontrava. Além da expectativa do prazo para o retorno negativo, que a liberaria para viajar e competir nos Jogos.

O teste negativo veio, mas o que viria a seguir seria ainda pior. Em seu planejamento, Bruna embarcaria de Munique, na Alemanha, e por isso precisou contratar um serviço de transporte que a levasse até a cidade alemã, aonde ela faria o seu último teste; e caso fosse negativo, embarcaria para os Jogos. No caminho ao aeroporto, um terrível acidente de carro, na cidade de Obervintl, na Itália, interrompeu o sonho da esquiadora brasileira. Na ocasião, Bruna, optou por sentar-se distante do motorista, que infelizmente acabou perdendo a vida no acidente. Dessa forma, ela evitaria o risco de contágio novamente. Essa pequena escolha foi decisiva para salva-la


Se a minha história puder inspirar outras pessoas, ajudá-las a enfrentar seus desafios, se algo bom surgir de todo esse processo que eu tenho enfrentado para pegar meu balãozinho e ajudar outras pessoas a continuarem lutando por seus próprios balãozinhos, ainda que seja uma pessoa, então tudo isso terá valido a pena. - Bruna Moura

Após um ano de cirurgias, tratamentos, e intensa recuperação das várias lesões do acidente, Bruna, mira a próxima edição dos Jogos Olímpicos de Inverno, a serem realizados em Milão-Cortina D’Ampezzo, em 2026. Curiosamente, a menos de 100km do local do acidente.

Para ajuda-la a cobrir todos os gastos até a temporada 2025/2026 do Esqui Cross-Country, um de seus mais próximos amigos, lançou uma campanha de Crowdfunding, com o intuito de arrecadar $20.000,00 euros. Valor que seria o suficiente para cobrir todos os seus gastos até a próxima edição dos Jogos.

O valor seria utilizado para cobrir custos do seu tratamento pós-acidente, acodomodação e viagens para competições, pagamentos de participação nas competições, pagamento ao seu técnico e equipamentos. Como esteve um ano parada para a sua recuperação, Bruna, não se enquadrou dentro dos critérios de financiamento da CBDN (Confederação Brasileira de Desportos na Neve), e portanto, não tem direito ao suporte completo da confederação. Ainda assim, ela recebe uma ajuda com equipamentos básicos para treinos; além da CBDN ter sido fundamental no auxílio pós-acidente, ajudando-a se deslocar para os Países Baixos, local onde reside atualmente.

Recentemente, Bruna, obteve a liberação médica para que pudesse participar do Mundial de Esqui Cross-Country deste ano, marcado para acontecer na Eslovênia. Esta será a sua primeira competição pós-acidente, e um passo importante rumo ao seu sonho.

Todos que queiram contribuir com a campanha, podem acessar o link aqui. A plataforma só permite pagamentos em Euros, mas que podem ser feitos através do Google Pay, e por cartão de crédito e débito. Caso prefiram, também poderão fazer uma doação por PIX, pelo e-mail: brunamouramtb@gmail.com, Todo o valor arrecadado por PIX será transferido pela própria Bruna para a conta da plataforma, e sendo registrado em euros.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar