Bruna Moura, do esqui cross-country, sofre acidente de carro e está fora dos Jogos de Inverno

Com um sorriso tímido, Bruna esquia durante competição

A atleta Bruna Moura, do esqui cross-country, sofreu um acidente de carro nesta quinta (27) em Obervintl, na Itália e está fora dos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim-2022. Bruna estava a caminho da Alemanha, onde faria testes PCR exigidos para entrada na China e embarcaria para os jogos, quando o motorista tentou uma ultrapassagem e colidiu com um caminhão. A atleta fraturou pé, braço, três costelas e o ombro esquerdo. O motorista morreu na batida.


Bruna foi atendida e foi de helicóptero para um hospital na cidade de Lozano. A atleta garantiu a sua vaga olímpica em um torneio na Áustria realizado ainda em janeiro e no dia seguinte, testou positivo para Covid e teve que cumprir quarentena no país. O acidente foi a caminho do aeroporto de Munique, de onde ela embarcaria para a China.  


"Eu estava sentada no banco de trás e com o cinto de segurança, os médicos falaram que foi isso que me salvou. Eu não vou para as Olimpíadas de Inverno dessa vez, mas eu estou viva", disse Bruna ao Globo Esporte.


Atualização das 18h01: Bruna falou direto do hospital, que espera ser transferida para os Países Baixos, onde fará algumas cirurgias e irá tratar suas lesões.


Com 27 anos, Bruna, que já foi bicampeã brasileira de ciclismo mountain bike, iria para a sua primeira Olimpíada de Inverno. Ela foi apresentada aos esquis pela sua ex-treinadora Jaqueline Mourão, que estará em Pequim competindo no Cross-Country. 


Em nota, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) afirmou que em parceria com a CBDN (Confederação Brasileira de Desportos na Neve) está prestando suporte a atleta.


Com a ausência de Bruna, a atleta Eduarda Ribera, de 17 anos, foi convocada e embarcará para a China nesta sexta. Ela é irmã de Christian Ribera, que está classificado para as Paralimpíadas de Inverno, que ocorrerão em março.


Foto: Arquivo Pessoal/ Bruna Moura

Postar um comentário

To Top