Beatriz Haddad Maia joga muito e estreia com vitória na chave principal do WTA 1000 de Indian Wells


Após três anos, Beatriz Haddad Maia (115ª) voltou a vencer uma partida em chave principal de um torneio WTA 1000. Na madrugada deste domingo (10), a tenista brasileira derrotou a egípcia Mayar Sherif por 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 6-0, em 1h28, para estrear com vitória na segunda rodada no Indian Wells Open. O triunfo de Bia Haddad garantiu seu retorno ao top-100 do ranking mundial de tênis feminino

Na terceira rodada, Bia Haddad encara a cabeça de chave número 1 do torneio e ex-número 1 do mundo, Karolina Pliskova (atualmente 3ª colocada no ranking mundial). Este será o segundo confronto entre as tenistas. A atleta da República Tcheca havia eliminado a brasileira na segunda rodada do Australian Open de 2018, em vitória por 2 sets a 0.


Vale lembrar que Bia Haddad foi derrotada na rodada final do torneio qualificatório para o WTA 1000 de Indian Wells. No entanto, a brasileira permaneceu na Califórnia, na esperança de entrar na chave principal contando com desistências, o que se confirmou com o abandono da cabeça de chave Nadia Podoroska (ARG), antes de sua estreia no evento, que aconteceria na segunda rodada.

Antes deste domingo, a última vitória de Bia Haddad em uma chave principal de WTA 1000 havia sido contra a chinesa Zhang Shuai, na segunda rodada do Miami Open de 2018.

O duelo

Sherif começou a partida sacando e logo encontrou dificuldades nas trocas de bola contra a brasileira. Mas mesmo cedendo um break point, a egípcia sacou bem e movimentou a adversária, para confirmar seu primeiro game de serviço. Bia Haddad também encontrou problemas em seu primeiro game de serviço, mas utilizou bem de seu jogo de fundo de quadra, aliada a uma boa subida à rede para confirmar e empatar em 1-1.

O equilíbrio seguiu no terceiro game do set inaugural. Mas Bia Haddad passou a jogar melhor e pressionou novamente a egípcia, obtendo novos break points. Até que com uma bela bola de forehand na paralela, a brasileira efetuou a quebra de saque para fazer 2-1 e passar a frente no placar.

Depois de desperdiçar três break points no quinto game e ter a chance de ampliar sua vantagem, Bia cometeu erros não-forçados, incluindo um smash jogado na rede e viu Sherif quebrar seu serviço para empatar a primeira parcial em 3-3. Porém, no game seguinte a brasileira acertou boas devoluções para quebrar o saque da egípcia e retomar a liderança do jogo.


Para vencer a primeira parcial, Bia Haddad quebrou o saque de Sherif pela terceira vez na noite, contando com erros não-forçados da adversária e um belo winner de forehand na paralela, alcançando o 6-3.

Já no segundo set, Sherif fez escolhas ruins nos momentos de definição dos pontos, cometendo mais erros não-forçados. Assim, Bia Haddad abriu 2-0 no placar, ao efetuar a quebra de serviço contra a adversária.

A brasileira seguiu dominando o duelo, conquistando duas novas quebras de serviço, seguidas de duas confirmações de saque, para fechar a parcial em 6-0, e garantir sua vitória na chave principal do WTA 1000 de Indian Wells. 

Foto: Reprodução/ Instagram Bia Haddad Maia
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024 Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os jogos in loco! Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!
To Top