Ruanda ameaça expulsar membros da CAVB após FIVB manter a suspensão da equipe de vôlei feminino - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Ruanda ameaça expulsar membros da CAVB após FIVB manter a suspensão da equipe de vôlei feminino

Compartilhe

A Federação Ruandense de vôlei ameaçou expulsar neste sábado (18) os membros da Confederação Africana de Vôlei (CAVB) após a manutenção da suspensão da seleção feminina de vôlei.

De acordo com as informações locais, os membros da CAVB que estão diretamente envolvidos com o campeonato Africano de vôlei feminino teriam 24h para sair de Ruanda.

A ameaça veio após a confirmação da suspensão da seleção de Ruanda pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB) por incluir quatro atletas brasileiras que não passaram pelo processo de mudança de filiação de país. A denúncia que causou toda o caso foi feito pela Nigéria, cujo treinador foi até ameaçado de morte.

Desde então, nenhuma partida mais foi disputada, em virtude da não permissão do Ministro do Esporte local, que impediu a realização dos Jogos nos ginásios.

Na reunião da sexta-feira (17) para discutir o recurso de Ruanda contra a suspensão, o país queria a retirada da suspensão e a permissão para que as quatro jogadoras seguissem jogando, a CAVB sugeriu a manutenção da suspensão das jogadoras e que a equipe ruandense seguisse disputando normalmente.
       

Ruanda teria entrado em contato com a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) solicitando documentação que as brasileiras nunca se filiaram a entidade e, que assim, a regra de naturalização da FIVB não se aplicaria a elas.

A FIVB, entretanto, disse que não pode ir contra as próprias regras, e manteve a suspensão, declarando como derrota por 3-0 os jogos já disputados pela equipe de Ruanda, a eliminação do país e o prosseguimento do torneio.

Até agora, o Ministro dos Esportes ainda não declarou se a competição vai prosseguir normalmente ou não.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário