FIVB suspende Ruanda por jogadoras brasileiras supostamente irregulares no Africano de vôlei feminino - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

FIVB suspende Ruanda por jogadoras brasileiras supostamente irregulares no Africano de vôlei feminino

Compartilhe

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) decidiu suspender nesta sexta-feira (17) Ruanda após escalar quatro jogadoras supostamente irregulares na partida contra Senegal válido pelo campeonato Africano de vôlei feminino, em Kigali (RWA).


Ruanda escalou as jogadoras brasileiras Aline Siqueira, Caroline Taiana, Mariana da Silva e Bianca Gomes na partida contra Senegal, que seria realizado na quinta-feira (16). Mas o problema é que no vôlei não basta simplesmente mudar de nacionalidade. Na modalidade existe todo um procedimento próprio que necessita a confirmação e aprovação da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) para que as jogadoras possam defender seleções diferentes do país em que nasceram. Após o surgimento da irregularidade, o jogo foi suspenso.


As quatro jogadoras, que foram convocadas pelo treinador brasileiro Paulo de Tarso para defender a equipe do país, não teriam passado por esse processo, além de estarem morando em Ruanda a apenas dois meses.


Após a confirmação da suspensão de Ruanda pela FIVB, o país recorreu da punição imposta pela entidade o resultado definitivo sobre o caso deve sair também nesta sexta.


Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário