Marcus D’Almeida termina fase de ranqueamento do tiro com arco em 40º lugar; Brasil fica fora das equipes mistas - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Marcus D’Almeida termina fase de ranqueamento do tiro com arco em 40º lugar; Brasil fica fora das equipes mistas

Compartilhe

O arqueiro brasileiro Marcus D’Almeida (número 23 do mundo) fez sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio, concluindo a fase de ranqueamento do tiro com arco masculino na 40ª posição, ao marcar 651 pontos. A prova, que foi disputada nesta sexta-feira (23) no Parque Yumenoshima, por 64 atletas, não é eliminatória e serviu para definir os cruzamentos da competição.

Sem conseguir repetir o 33º lugar da Rio 2016 (com 658 pontos na ocasião), D’Almeida fará um duelo na primeira rodada contra o arqueiro britânico Patrick Huston (atual número 52 do mundo), que ficou com a 25ª posição do ranking round, com 658 pontos. O duelo deverá ocorrer entre os dias 26 e 29 de julho.


O desempenho ruim de D’Almeida acarretou na não classificação do Brasil na prova olímpica de equipes mistas. Dos 29 países que tinham ao menos um representante de cada naipe, apenas 16 avançaram às oitavas de final. Ane Marcelle dos Santos havia deixado o Brasil na 15ª colocação ao final da fase de ranqueamento feminino, mas a parceria caiu para o 20º lugar, com 1.287 pontos, após o término da etapa prévia do evento masculino.

A fase de ranqueamento foi composta por 12 rounds de seis disparos. Portanto, cada arqueiro teve 72 flechas para marcar o maior número de pontos. Entre os rounds 6 e 7 houve um rápido período de descanso para os atletas. Ao fim desta etapa, foi definido o chaveamento da fase eliminatória. O 1º enfrentará o 64º, o 2º encara o 63º e assim sucessivamente, até o duelo do 32º contra o 33º.

Foto: Jonne Roriz/COB
O brasileiro começou mal, em comparação com seus adversários, terminando as duas primeiras rodadas abaixo do top-40. Com dois tiros na mosca (o centro perfeito do alvo) no terceiro round, D’Almeida saltou para 39º. Após alguns momentos de oscilação, o brasileiro ainda se firmou entre os 40 melhores, encerrando a primeira metade da prova na 39ª colocação.

Na segunda metade da fase de ranqueamento, o arqueiro brasileiro de 23 anos parecia manter o desempenho dos seis primeiros alvos, mas no sétimo round despencou para o 49º lugar, ao anotar apenas 50 pontos, com dois tiros no 9 e quatro no 8. Nos rounds finais, o brasileiro encontrou equilíbrio na performance, mas terminou em 40º.


A primeira colocação ficou com o arqueiro sul-coreano Kim Je Deok, de apenas 17 anos. Ele marcou 688 pontos, com 43 tiros no 10 e 15 na mosca. Na sequência, aparece o atual recordista mundial, o estadunidense Brady Ellison, com 682, em segundo lugar. Em terceiro, ficou outro sul-coreano, Oh Jinhyek, que fez 681 pontos.

Foto: Jonne Roriz/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário