Milena Titoneli volta a conquistar o ouro no México; Sandy Macedo também é campeã - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Milena Titoneli volta a conquistar o ouro no México; Sandy Macedo também é campeã

Compartilhe


Representante do taekwondo brasileiro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Milena Titoneli segue em ótima fase. Três dias depois de faturar o Pan-Americano, ela conquistou nesta segunda-feira (07) o título do Open do México, em Cancun. Sandy Macedo (57kg) também foi ouro no dia, enquanto Talisca Reis (53kg), Caroline Santos (62kg), Willian (63kg) e Vinicius Assis (80kg) foram bronze.


Milena foi campeã do Open ao vencer três lutas na categoria até 67kg. Cabeça de chave número 2, ela estreou vencendo Alexa Doña, de Nicarágua, por superioridade técnica, após emplacar 22 a 0. Em seguida, teve mais dificuldade com a mexicana Victoria Tamez, mas saiu vitoriosa em 11 a 9. Na finalíssima, enfrentou a chilena Claudia Gallardo e ganhou por tranquilos 17 a 9. 


A brasileira tinha duas adversárias de peso na categoria: a haitiana Aliyah Shipman e a estadunidense Paige McPherson, que também estarão em Tóquio. Milena, no entanto, não enfrentou nenhuma das duas, já que elas foram eliminadas de forma precoce. Aliyah até enfrentaria a brasileira nas quartas, porque vencia Doña nas oitavas por 17 a 0, mas abandonou a luta por lesão. 


Já McPherson, cabeça de chave número 1, perdeu para a vice-campeã Gallardo, também na estreia, por 12 a 6. Vale destacar que McPherson é a sexta colocada do ranking mundial e foi medalhista olímpica em Londres-2012. Gallardo, por sua vez, é apenas a 87ª. Milena é a 11ª do mundo na categoria e tem boas lembranças com McPherson, tendo a derrotado na final dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019.


O segundo ouro brasileiro desta segunda-feira foi conquistado por Sandy Macedo - que não estará na Olimpíada. Ela venceu quatro adversárias na categoria até 57kg, incluindo a polonesa Patrycja Adamkiewicz, por 16 a 13, na final. Antes, bateu as mexicanas Nadia Ferreira (20 a 6) e Andrea Garcia (superioridade) e a estadunidense Makalya Greenwoold (golden score).


O Brasil também conseguiu ir ao pódio em outras quatro categorias, todas com o bronze. Talisca Reis (53kg), que não participou do Pan, venceu duas lutas e caiu diante da mexicana Fabíola Guadalupe Villegas na semifinal. Caroline Santos (62kg), ouro no Pan, sofreu uma revanche da estadunidense Anastasija Zolotic e parou na semi. Vinicius Assis (74kg) perdeu para o mexicano Ruben Nava; e Willian Da (63kg) venceu duas e caiu para o canadense Sherif Hassan.


Assim, o Brasil encerrou sua participação no Open com um total de 15 pódios, considerando os resultados do primeiro dia. Foram quatro conquistas de ouro, três de prata e oito de bronze. No Pan, disputado no final de semana, o país faturou 14 pódios, também com quatro títulos.  


Foto de capa: Arquivo/Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário