Listunova e Nagornny vencem Copa da Rússia de ginástica artística; equipes para Tóquio estão quase definidas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Listunova e Nagornny vencem Copa da Rússia de ginástica artística; equipes para Tóquio estão quase definidas

Compartilhe

Viktoria Listunova e Nikita Nagornyy venceram o individual geral da Russian Cup, tradicional competição de ginástica artística da Rússia. O evento é a última competição pública antes da seletiva interna que vai definir os ginastas que irão representar o Comitê Olímpico Russo em Tóquio 2020.

Nesta quinta-feira (10), foram realizadas as finais do individual geral. No feminino, Viktoria “Listy” Listunova, atual campeã europeia, ficou com a medalha de ouro com 113.698. A competição soma as notas da qualificação e da final. Considerando apenas as rotinas de hoje, Listy conseguiu 57.965 na soma dos quatro aparelhos. A prata ficou com Vladslava Urazova com 113.666 e Angelina “Gelya” Melnikova levou o bronze com 113.463.


Entre os homens, Nikita Nagornyy sobrou e venceu com mais de seis pontos de vantagem. Nagornny somou 174.598 pontos, ultrapassando a barreira dos 87 pontos nos dois dias de competição (incluindo duas quedas na qualificatória). A prata ficou com Aleksander Kartsev com 167.963 e Nikita Ignatev levou o bronze com 165.031.


A competição teve o retorno de Artur Dalaloyan, campeão mundial do individual geral em 2018 e que sofreu uma ruptura parcial no tendão de Aquiles dois meses atrás. O ginasta deveria ser o principal rival de Nagornny em Tóquio, mas Dalaloyan ainda está em recuperação. Na Russian Cup, o ginasta competiu em quatro aparelhos: cavalo (13.300), argolas (14.000), barras paralelas (14.066) e barra fixa (11.700) sem executar elementos de saída, se classificando para as finais dos três primeiros. De acordo com o site russo R-Sport, Valentina Rodionenko, coordenadora técnica das equipes de ginástica artística do país, disse que Artur Dalaloyan deve competir nas finais por aparelhos.


Rodionenko também confirmou que as equipes do país em Tóquio estão praticamente definidas. “No masculino nós contamos com Dalaloyan que está se recuperando bem e tem mais um mês para melhorar. Não temos alguém a sua altura para repor. A princípio o time vai ser Nikita Nagorny, David Belyavskiy, Artur Dalaloyan e Aleksander Kartsev”. Já no feminino, Rodionenko confirmou que Melnikova, Listunova e Urazova estão na equipe. “A última vaga é uma escolha entre Elena Gerasimova e Lilia Akhaimova, mas Gerasimova é mais confiável”, disse a dirigente se referindo ao bom desempenho que Gerasimova apresentou este ano na trave nas competições domésticas (o aparelho é o ponto fraco da equipe russa).

Além dos quatro membros das equipes masculina e feminina, a Rússia também tem direito a duas vagas individuais em cada naipe. No feminino, uma das vagas deve ir para a ginasta que não for para a equipe entre Gerasimova e Akahimova. A segunda vaga no feminino, assim como as duas do masculino, devem ir para especialistas que tenham chances de medalha nas finais por aparelhos.

MUSTAFINA  SE APOSENTA

A cerimônia de abertura da Russian Cup teve uma homenagem a Aliya Mustafina, atual bicampeã olímpica das barras assimétricas e dona de sete medalhas olímpicas. Mustafina foi a principal ginasta da Rússia na última década. Ela não competia desde 2019, mas ainda não tinha anunciado oficialmente sua aposentadoria.


A ex-ginasta agora trabalha como técnica principal da equipe júnior da Rússia. No seu discurso durante a homenagem, Mustafina agradeceu aos seus técnicos e à equipe multidisciplinar da seleção russa. “E, é claro, obrigada a todos os meus fãs. Seu amor e apoio me ajudaram muito”, complementou a campeã olímpica.

Fotos: SportGymRus

Nenhum comentário:

Postar um comentário