Bia Bulcão leva revanche de mexicana e fica com bronze, mas fora das Olimpíadas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Bia Bulcão leva revanche de mexicana e fica com bronze, mas fora das Olimpíadas

Compartilhe
Ana Beatriz Bulcão Esgrima brasil tóquio 2020

Ana Beatriz Bulcão fez um ótimo torneio no Pré-Olímpico das Américas de Esgrima, mas terminou com o bronze ao cair na semifinal para a mexicana Nataly Michel, por 15 a 9. Bia Bulcão levou o segundo bronze do Brasil na competição, repetindo no florete feminino o resultado de Athos Schwantes na espada masculina mais cedo


A brasileira havia vencido Michel no Pan de Lima 2019 para garantir um bronze na ocasião, mas não conseguiu repetir o resultado no torneio disputado em San José. Completando a programação deste sábado (1), Bruno Pekelman busca a vaga no sabre masculino a partir das 20h. Karina Trois do sabre feminino completa a participação do Brasil na Costa Rica neste domingo.


Surte+ Guia do Pré-Olímpico Pan-Americano de Esgrima: confira os favoritos e as chances dos brasileiros


Bia Bulcão buscava sua segunda participação olímpica. Número 81 do mundo, ela esteve na Rio 2016, quando venceu a romena Malina Calugareanu na primeira rodada, antes de cair para a eventual campeã Inna Deriglazova. Bia conseguiu a medalha de bronze no Pan de Lima 2019 vencendo a mexicana Nataly Michel por 15 a 13 nas quartas.


Bia fez uma campanha invicta na fase de grupos (saiba em detalhes abaixo) e reencontrou a peruana Paola Carolina Gil Piñero nas quartas de final. Ao contrário da vitória fácil na poule, Bia enfrentou um jogo de altos e baixos diante da 384ª do mundo: após Gil Piñero abrir por 6 a 2, Bulcão fez oito pontos seguidos e liderou por 10 a 6; em seguida, a peruana fez seis pontos seguidos passando na frente por 12 a 10; brasileira domina parte final, faz cinco pontos seguidos e vence por 15 a 10.


Surte+ Athos Schwantes leva bronze no Pan de Esgrima, mas fica sem vaga olímpica


Na semifinal diante de Nataly Michel, ela novamente demorou para entrar no jogo, e a mexicana abriu 6 a 1, ampliando ainda mais a vantagem pra 9 a 2. Bia então buscou a recuperação, mas já era tarde demais. Para Michel bastou trocar toques com a brasileira, até conseguir a vitória por 15 a 8. Número 74 do mundo, ela é a principal favorita da competição e enfrenta justamente a cabeça 2 do torneio, a chilena Katina Proestakis, 78º do mundo. 


Proestakis venceu a argentina Flavia Johanna Mormandi por 15-9 na outra semifinal. Será a primeira vaga para Chile ou México na esgrima em Tóquio 2020. Confira o resultado em nosso tempo real

 

Como foi a campanha de Bia Bulcão


Ana Beatriz Bulcão iniciou o torneio com vitória por 5 a 0 sobre Kenia Saucedo, da Guatemala, adversária sem ranking na FIE. Em seguida, uma vitória por 5 a 2 diante da peruana Paola Carolina Gil Piñero (384ª melhor do mundo) antes de enfrentar a principal favorita da poule, a chilena Katina Proestakis (78ª).


Em um confronto disputado, em que nenhuma atleta abriu dois toques de diferença, Bia esteve atrás por 4 a 3, mas virou o marcador e venceu por 5 a 4. Em seguida, um pouco mais de tranquilidade diante da equatoriana Camila Alexandra Ortiz Sanchez (468ª) e vitória por 5 a 2.


Já classificada para as quartas-de-final, ela enfrentou Alanis Rivera de Roig, de Porto Rico. Apesar de não ter ranking da FIE, a atleta foi a mais difícil para a brasileira e esteve na frente durante o início do combate. Bia conseguiu virar e fechou por 5 a 4 terminando a primeira fase com cinco vitórias.


Confira todos os detalhes no nosso tempo real.


Foto: Divulgação / Confederação Brasileira de Esgrima (CBE)


Nenhum comentário:

Postar um comentário