Rússia conquista primeiro ouro no último dia do Europeu de Judô; Kosovo é campeão geral - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Rússia conquista primeiro ouro no último dia do Europeu de Judô; Kosovo é campeão geral

Compartilhe


Depois de dois dias sem ouros, a Rússia conquistou sua primeira medalha dourada no Campeonato Europeu de Judô neste domingo (18), com o peso-pesado Inal Tasoev. Bélgica, Geórgia, Polônia e Turquia faturaram os títulos das demais categorias em disputa no último dia. Kosovo, que não medalhou hoje, encerrou a competição como campeão geral, com dois ouros.


Até o último dia, a Rússia havia conquistado cinco medalhas, sendo uma prata e quatro bronzes. O país, que é uma das potências europeias do judô, não contou com alguns de seus principais nomes que haviam sido campeões do continental em novembro passado e acabou na sexta colocação do quadro de medalhas. Mesma situação viveu a França e a Geórgia, que também acabaram com só um título. 


Assim, Kosovo se aproveitou e sagrou-se campeão europeu geral pela primeira vez. O país conquistou apenas três medalhas, sendo duas de ouro, com Distria Krasniqi (48kg) e Akil Gjakova (73kg), que foram suficientes para colocá-lo na liderança. A delegação nacional ainda não contou com a super estrela Majlinda Kelmendi, dona da única medalha olímpica do país.



Resumo do dia

Número 3 do mundo, Inal Tsaoev venceu quatro lutas para ficar com o ouro na categoria acima de 100kg e impediu que a Rússia saísse zerada de Lisboa (POR). Na decisão, superou o neerlandês Henk Grol. O atual campeão mundial Lukas Krpalek, da República Tcheca, e o quarto colocado do ranking mundial, Guram Tushishvili, da Geórgia, ficaram com os bronzes na categoria.


Akém de Tushishvili, a Geórgia conquistou outras três medalhas no dia, incluindo seu único título na competição. E veio logo com uma dobradinha: na decisão da categoria até 90kg, Lasha Bekauri superou Beka Gviniashvili. Os bronzes ficaram com o russo Mikhail Igolnikov e o húngaro Krisztián Tóth.


A outra medalha foi uma prata de Varlam Liparteliani, número 1 do mundo na categoria até 100kg. Ele foi derrotado na final pelo belga Toma Nikoforov, que faturou o único ouro de seu país na competição e deve ultrapassar o brasileiro Rafael Buzacarini no ranking mundial. Alexandre Iddir, da França, e Zelym Kotsoiev, do Azerbaijão, ficaram com os bronzes.


Entre as mulheres, a Polônia obteve seu único ouro com Beata Pacut na categoria até 78kg. Ela bateu a neerlandesa Gruusje Steenhuis na decisão, depois de ter passado por três adversárias, incluindo a francesa Estelle Fanny Posvite, cabeça de chave número 1, que mais tarde ficou com um bronze. A austríaca Bernadette Graf fechou o pódio.


O único país a conquistar seu segundo título neste domingo foi a Turquia, que triunfou com Kayra Sayit no peso-pesado feminino (+78kg), ao bater a francesa Lea Fontaine na decisão. A portuguesa Rochele Nunes e a belarrussa Maryna Slutskaya ficaram com os bronzes. Com o título, Sayit deve ultrapassar a brasileira Maria Suelen Altheman no ranking mundial, assumindo a quarta colocação.


Encerradas as disputas, os judocas europeus agora se preparam para a disputa do Grand Slam de Kazan, na Rússia, que acontecerá entre 05 e 07 de maio e será a penúltima competição antes do fechamento da corrida olímpica. Depois dele, restará apenas o Campeonato Mundial a ser disputado, em junho, antes da definição das vagas de Tóquio-2020. 


Surte +: Confira o resumo do Pan-Americano de Judô, em que o Brasil faturou sete títulos


Foto de capa: Carlos Ferreira/EJU

Nenhum comentário:

Postar um comentário