Judô brasileiro vai em busca de melhores resultados no Grand Slam de Tashkent, no próximo final de semana - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Judô brasileiro vai em busca de melhores resultados no Grand Slam de Tashkent, no próximo final de semana

Compartilhe
Seleção brasileira de judô no embarque para Tashkent, no Uzbequistão


A seleção brasileira de judô embarcou neste domingo (28) para o Uzbequistão, onde acontecerá o Grand Slam de Tashkent, de 5 a 7 de março (sexta a domingo). Os brasileiros estão em longa viagem, com escalas em Paris e Istanbul, e devem chegar nas próximas horas, ainda nesta terça-feira (02) em solo uzbeque.


Os 16 atletas brasileiros embarcaram na tentativa de melhorar os resultados ruins obtidos nas últimas competições. São eles: Gabriela Chibana (48kg), Larissa Pimenta (52kg), Ketelyn Nascimento (57kg), Jéssica Pereira (57kg), Alexia Castilhos (63kg), Ellen Santana (70kg) e Beatriz Souza (+78kg), no feminino; Eric Takabatake (60kg), Felipe Kitadai (60kg), Eduardo Barbosa (73kg), Marcelo Contini (73kg) Eduardo Yudy Santos (81kg), Guilherme Schimidt (81kg), Rafael Buzacarini (100kg), Rafael Silva Baby (+100kg) e David Moura (+100kg), entre os homens.


Bronze no Grand Slam de Tel Aviv, há duas semanas, Maria Suelen Altheman (+78kg) ficou de fora desta competição. Ela disputa vaga com Beatriz Souza, que terá uma missão de conquistar uma medalha nesta competição para seguir forte na briga pela vaga em Tóquio.


+ Corte Arbitral do Esporte retira suspensão dada ao Irã pela Federação Internacional de Judô por conta do Saeid Mollaei


David Moura no Circuito Internacional de judô
David Moura é o cabeça-de-chave número um do pesado masculino - Foto: Rafael Burza/CBJ

Moura é o cabeça-de-chave número um no pesado masculino e sabe que um pódio nesta competição pode colocá-lo em vantagem na apertada briga pela vaga do Brasil com seu compatriota Rafael Silva Baby, que é cabeça-de-chave número dois em Tashkent. 


"Essa competição vale mil pontos e a ideia é tentar melhorar o ranking e, cada vez mais, ir ficando mais na frente. A ideia é competir bem, porque, tanto eu, quanto o Baby, temos os seis resultados. Então, hoje, para eu melhorar meu ranking eu preciso fazer pontos acima de 350. Num Grand Slam, praticamente, só conta para mim, subir no pódio. Eu tenho que dar os tiros certos" projetou o judoca de Cuiabá em um vídeo publicado em seu perfil no Instagram. 


O corrido calendário do judô em 2021 ainda terá outras três etapas de Grand Slam (Tbilisi, Antalya e Rússia, possivelmente), um Pan-Americano e o Campeonato Mundial, que finalizará a classificação olímpica. Segundo a imprensa francesa, o Grand Slam de Paris, que estava no calendário da FIJ para junho, foi cancelado e será substituído por outro na Rússia. A mudança ainda não foi oficializada pela Federação Internacional. 


PROGRAMAÇÃO 

Preliminares - horário a confirmar

Finais - 9h00 (Brasília)


Sexta-feira, 05/02  - Gabriela Chibana (48kg), Larissa Pimenta (52kg), Jéssica Pereira (57kg), Ketelyn Nascimento (57kg), Eric Takabatake (60kg) e Felipe Kitadai (60kg)


Sábado, 06/02 - Alexia Castilhos (63kg), Ellen Santana (70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Marcelo Contini (73kg), Eduardo Yudy (81kg) e Guilherme Schimidt (81kg)


Domingo, 07/02 - Beatriz Souza (+78kg), Rafael Buzacarini (100kg), Rafael Silva (+100kg) e David Moura (+100kg)


Foto em destaque: Divulgação/CBJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário