Tsitsipas vira partida memorável contra Nadal e volta à semifinal do Australian Open - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Tsitsipas vira partida memorável contra Nadal e volta à semifinal do Australian Open

Compartilhe

O atual número 6 do mundo, Stefanos Tsitsipas, conquistou uma vitória memorável contra Rafael Nadal (2º) e disputará a semifinal do Australian Open. Nesta quarta-feira (17), o tenista grego tornou-se apenas o terceiro jogador na história a virar uma partida contra Nadal após estar dois sets abaixo. Placar de 3 sets a 2, com parciais de 3-6, 6-2, 7-6 (4), 6-4 e 7-5, em 4h05 de jogo. 


Essa foi a segunda vitória de Tsitsipas contra Nadal em nove jogos, sendo que o primeiro triunfo do tenista grego ocorreu no Masters 1000 de Madrid em 2019, por 2 sets a 1. 


AJUDE O SURTO OLÍMPICO A ESTAR PRESENTE NOS JOGOS DE TÓQUIO


Além de Tsitsipas, só outros dois tenistas bateram Nadal após este abrir 2 sets a 0 no placar. O primeiro foi Roger Federer, que na final do Masters 1000 de Miami de 2005, virou para cima do espanhol e venceu por 2–6, 6–7 (7), 7–6(5), 6–3, 6–1, numa época em que a final dos Masters 1000 ainda eram disputadas em cinco sets. 


A segunda derrota de Nadal neste cenário foi ocorrer mais de 10 anos depois, no US Open de 2015. O italiano Fabio Fognini venceu o espanhol por 3-6, 4-6, 6-4, 6-3 e 6-4. 


Na semifinal do Australian Open, Tsitsipas duelará contra Daniil Medvedev, que bateu o compatriota Andrey Rublev em três sets. Invicto desde o ano passado, o tenista russo só perdeu dois sets na competição, na partida de terceira rodada contra Filip Krajinovic. Foi a 19ª vitória seguida de Medvedev. 


Tsitsipas foi semifinalista do Australian Open em 2019 e de Roland Garros em 2020. Nadal por sua vez, teve que adiar o sonho do 21º título de Grand Slam para Roland Garros, onde venceu 13 vezes. 


Surte + : Soares e Murray vencem e garantem vaga na semifinal do Australian Open


A partida


Era difícil acreditar numa virada após Nadal dominar Tsitsipas e abrir 2 a 0 no placar. O espanhol teve duas parciais muito tranquilas, por estar jogando bem e por contar com um adversário num ritmo mais abaixo, principalmente para um jogo tão importante. 


O espanhol venceu o primeiro set com tranquilidade, efetuando uma quebra de saque crucial no oitavo game, para na sequência fechar em 6-3. A segunda parcial foi ainda mais tranquila. Vitória por 6-2, com direito a duas quebras de serviço. 90% de aproveitamento dos pontos disputados com o primeiro saque, e 11 winners. 


Elevando mais ainda o nível no terceiro set, Nadal cedeu apenas dois pontos quando jogou com o primeiro serviço e outros dois com o segundo. Tsitsipas não ficou atrás e buscando recuperação, elevou seu nível. 


Após tanto equilíbrio e nenhuma quebra, a parcial foi ao tiebreak. E quem levou a melhor foi Tsitsipas que conseguiu mini-quebras e venceu o desempate por 7 a 4. 


Surte + : Muchova vence Barty de virada e chega pela primeira vez a uma semifinal de Grand Slam


A partir disso, Tsitsipas dominou o jogo e viu seu adversário perder rendimento. Decisivo, o grego quebrou o saque de Nadal no nono game, sacando para o set logo na sequência, para fechar por 6-4, levando o jogo à parcial final. Vale destacar a redução do aproveitamento de pontos no saque de Nadal. Foram 65% no primeiro serviço e apenas 45% no segundo. 


Num quinto set tenso, os tenistas sacaram muito bem, especialmente Tsitsipas que disparou sete aces contra três de Nadal. O grego usou quase que o tempo inteiro o primeiro saque e executou 18 bolas vencedoras. 


Mesmo com o grego jogando bem, Nadal teve chances de buscar a quebra. Noentanto o espanhol cometeu erros cruciais e Tsitsipas tirou proveito. Foi assim no 11º game, quando o espanhol foi quebrado de 0. 


Tentando se manter vivo no jogo, Nadal salvou dois match points, teve a chance de devolver a quebra, mas sucumbiu diante o grego, que fechou a parcial por 7-5 e carimbou seu retorno à semifinal do Australian Open. 


Foto: Reprodução/Twitter Australian Open


Nenhum comentário:

Postar um comentário