Bia Haddad passeia e Ingrid Martins vence cabeça 1 nas oitavas em Santarém - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Bia Haddad passeia e Ingrid Martins vence cabeça 1 nas oitavas em Santarém

Compartilhe
Beatriz Haddad Maia Brasil tênis Portugal



As brasileiras tiveram um dia ótimo em Portugal, pelo W15 de Santarém organizado pela Federação de Tênis Internacional (ITF). Beatriz Haddad Maia e Ingrid Martins se garantiram nas quartas, enquanto Rebeca Pereira nem precisou entrar em quadra para avançar às semis. A única derrota veio com Ingrid e Carol Meligeni Alves nas duplas.


Bia Haddad (609ª) passou com facilidade pela finlandesa Anastasia Kulikova (534ª), oitava favorita do torneio por duplos 6-1 em apenas 67 minutos. O único momento em que Bia chegou a ter seu saque ameçado foi ao fechar o jogo em que precisou salvar três break points.


Em entrevista após o jogo, ela valorizou o fato de ter enfrentado pela primeira vez desde seu regresso na semana retrasada uma canhota e ter conseguido "mexer bem ela" e tentei "desde o começo impor meu jogo".


Nesta sexta-feira às 5h30 da manhã (horário de Brasília), ela enfrenta pelas quartas de final, a lituana Justina Mikulskyte (620ª), a quem a brasileira venceu em três sets na semana passada pela primeira rodada do W25+H de Figueira da Foz. 


O dia começou com vitória de Ingrid Gamarra Martins que surpreendeu a ucraniana Valeriya Strakhova, principal favorita do torneio com uma vitória de virada por 2 sets a 1, após três horas e cinco minutos de jogo, com as parciais de 2-6, 6-1 e 7-6[8].



Após um primeiro set protocolar da cabeça de chave número 1, Ingrid dominou o segundo set, vencendo por 6 a 1. 


No início do terceiro set, ela chegou a ter 15-40 para abrir 2 a 0 no terceiro, mas o jogo virou rapidamente e ela que foi quebrada no terceiro game. Porém, ela não desanimou e quebrou novamente, empatando o jogo a 3-3. 


Uma sucessão de quebras (4-4), viu ela sacar no nono game a 15-40 em uma quebra que poderia ter selado o jogo. Após salvar 3 break points, os demais serviços foram tranquilos, levando a um tie break decisivo. 


Após abrir 4 a 1, Ingrid permitiu o empate (4-4). Em seguida abriu 6-4, mas perdeu dois match points. Logo depois teve outros três MPs (7-6, 8-7, 9-8), convertendo enfim, no quinto match point para uma das vitórias mais importantes de sua carreira. 


Com os cinco pontos já assegurados de Santarém, ela se iguala a Nataly Kurata, e mesmo com o avanço de Bia manterá o posto de 8ª melhor brasileira da WTA e certamente conseguirá sua melhor marca da carreira. Uma vaga nas semifinais poderá garantir um lugar pela primeira vez no top500.


Menos sorte Ingrid teve nas duplas, sofrendo uma espécie de revanche das simples. Apesar de ser a quarta favorita ao lado de Carolina Meligeni Rodrigues Alves ela foram derrotadas por 7-6[4] e 6-0 para Strakhova e a polonesa Martyna Kubka.


Na sexta-feira ela terá a chance de se vingar de Kubka, sua adversária pela quarta de final de simples, também às 5h30 da manhã, horário de Brasília. 


Pela chave de duplas, apenas Rebeca Pereira segue viva no torneio. Principal favorita ao lado da chilena Barbara Gatica, ela nem precisou entrar em quadra, após o abandono das russas Elizaveta Koklina e Daria Mishina. Na semifinal elas enfrentam a portuguesa Francisca Jorge e a espanhola Olga Parres Azcoitia, cabeças 3, não antes das 7h da manhã, horário de Brasília.



Pelo W15 de Melilla, na Espanha, a principal favorita Laura Pigossi (416ª) confirmou seu favoritismo diante da convidada espanhola Estela Perez-Somarriba (874ª) pelas oitavas. Na sexta-feira ela enfrenta outra espanhola pelas quartas, Leyre Romero Gormaz, que entrou pela vaga juvenil.


Já no W25 de Grado, na Itália, Gabriela Cé e a romena Alexandra Cadantu perderam nas quartas para a belga Marie Benoit e a cazaque Anna Danilina, cabeças 2 do torneio de duplas. Ela já havia sido eliminada no torneio de simples

Nenhum comentário:

Postar um comentário