Paavo Nurmi Games abre temporada de alto nível do atletismo; Johannes Vetter e Daniel Stahl são os destaques - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Paavo Nurmi Games abre temporada de alto nível do atletismo; Johannes Vetter e Daniel Stahl são os destaques

Compartilhe

Depois de muitos meetings pequenos e locais, as grandes competições finalmente estão de volta ao calendário do atletismo. A temporada de alto nível foi aberta nesta terça-feira, com a realização dos Paavo Nurmi Games, em Turku, na Finlândia. O evento faz parte do Continental Tour Gold, circuito secundário do atletismo mundial, e reuniu alguns dos principais esportistas europeus.

Por lá, melhores marcas do ano foram estabelecidas em três disciplinas, com destaque para o alemão Johannes Vetter, que quebrou a barreira dos 90 metros no lançamento de dardo pela primeira vez em mais de dois anos com o registro de 91,49m. Campeão mundial em 2017, ele impôs quase quatro metros à antiga melhor marca da temporada, do indiano Neeraj Choproa, de janeiro (87,86m).

Nas pistas, Andrew Pozzi voou para melhorar a melhor marca da temporada nos 110m com barreiras. Atual campeão mundial indoor nos 60m com barreiras, ele registrou 13.17 (1,1m/s), a apenas três centésimos de seu recorde pessoal. O britânico possuía 13.30 como melhor marca da temporada e já havia abaixado tal tempo nas eliminatórias, quando correu para 13.25 (0,6m/s). Na final, superou o francês Withem Belociam (13.38) e o compatriota David King (13.57).

Na prova equivalente para as mulheres, os 100m com barreiras, também teve melhor marca da temporada sendo registrada. A neerlandesa Nadine Visser, única europeia finalista mundial nesta disciplina em 2019, venceu com 12.68 (1,2m/s), a frente da italiana Luminosa Bogliolo (12.79) e da húngara Luca Kozák (12.83). Favorita, a anfitriã Annimari Korte foi a quarta com 12.89.

Daniel Stahl soberano no disco

Quem mais uma vez deu show no lançamento de disco foi o sueco Daniel Stahl, que conseguiu um registro perto dos 70 metros. Ele saiu vencedor com 69,23m, apesar de ter conseguido um lançamento de 70,20m, que foi invalidado após a competição. Um dia antes da competição finlandesa, ele registrou melhor marca da temporada geral em Sollentuna, na Suécia, com 71,37m.

Daniel Stahl venceu dez das 11 competições que disputou na temporada (Ville Vairinen)
Atual campeão mundial, Stahl teve concorrentes de peso na disputa, mas nenhum foi páreo a ele. O lituano Andrius Gudzius, campeão mundial em 2017, ficou na segunda posição com 66,39m, enquanto a revelação da temporada, Kristjan Ceh, da Eslovênia, foi o terceiro com 66,07m.


Outras disputas

O italiano Marcell Lamont Jacobs venceu a esvaziada prova dos 100m rasos com 10.11, um segundo acima de sua melhor marca da temporada. Chijindu Ujah, da Grã-Bretanha, foi o segundo colocado com 10.17 e o neerlandês Joris Van Gool fechou o pódio com 10.28.

O finlandês Topi Raitanen levou a melhor nos 3.000m com obstáculos com 8:22.45, superando o britânico Phil Norman, que fez 8:23.60. Foram as quarta e quinta melhores marcas do mundo neste ano. Nos 1.500m feminino, Melissa Courtney-Bryant, também da Grã-Bretanha, sobrou e registrou 4:03.69, o quarto melhor tempo da disciplina na temporada.

No salto triplo, a finlandesa Kristiina Makela travou uma disputa pessoal com a búlgara Gabriela Petrova. A anfitriã saiu vitoriosa, saltando para 14,12m (1,2m/s), a apenas quatro centímetros da adversária (0,9m/s). Petrova é dona da segunda melhor marca da temporada geral (14,38m) e Makela é a quarta colocada no ranking do ano (14,30m). 

A próxima competição do circuito gold do Continental Tour será o Gyulai István Memorial, em Székesfehérvár, na Hungria, no próximo dia 19. O Grand Prix Tokyo também acontecerá ainda em agosto, no dia 23. Antes de tudo isso, e já na próxima sexta-feira, a temporada "oficial" da Diamond League será reaberta com a etapa de Mônaco e com a presença do campeão olímpico Thiago Braz.

ATUALIZAÇÃO: Na matéria original, indicamos que Daniel Stahl havia registrado uma marca 70,20m. No entanto, esse lançamento acabou sendo invalidado após a competição. Ele acabou com um registro válido de 69,23m. De qualquer forma, saiu vencedor.  O texto foi atualizado às 00h35 do dia 12 de agosto.

Fotos: Ville Vairinen

Nenhum comentário:

Postar um comentário