Sueco Daniel Stahl faz melhor marca da temporada no lançamento de disco, com 70,25m - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Sueco Daniel Stahl faz melhor marca da temporada no lançamento de disco, com 70,25m

Compartilhe

O sueco Daniel Stahl, atual campeão mundial no lançamento de disco, tornou-se o primeiro atleta a quebrar a barreira dos 70 metros da disciplina na temporada. Neste domingo (21), ele atingiu 70,25m em um meeting em Helsingborg, na Suécia. Além de assumir a liderança do ranking mundial, esta foi a quinta melhor marca de toda sua carreira.

Stahl só havia competido duas vezes na temporada, ambas depois da pandemia. Há dez dias, participou dos Jogos Impossíveis, em Oslo, e conseguiu uma marca baixa para seus padrões, 65,92m. Poucos dias depois, queimou todas as suas seis tentativas em uma disputa realizada em Sodertalje, na Suécia.

Agora, neste final de semana, o sueco teve um excelente desempenho, que daria a ele a medalha de ouro em qualquer edição olímpica. O seu melhor pessoal é um 71,86m, feito em junho passado. Ainda neste domingo, o atleta lançou para a casa dos 68 metros em duas oportunidades. Outro destaque do torneio em Helsingborg foi Simon Petterson, que conseguiu a melhor marca de sua carreira com um 67,10m.

Só pelo retorno das competições depois da paralisação por conta da pandemia, podemos perceber que as disputas do lançamento de disco na reta final do ciclo olímpico serão acirradas. Além dos dois suecos, vale ressaltar a regularidade do austríaco Lukas Weisshaidinger, medalhista de bronze no último Mundial, que já conseguiu lançamentos para 68 metros duas vezes nas últimas semanas.

Khaddi Sagnia também conquistou uma importante marca nesta semana. A sueca estabeleceu o seu personal best no salto em distância e assumiu a liderança do ranking da temporada, com um 6,81m feito em um meeting em Molndal (SWE). A marca é um centímetro maior que a obtida pela medalhista de bronze no Rio-2016, Ivana Spanovic, há duas semanas.

Polônia

Da Suécia, passamos para a Polônia, onde bons desempenhos também foram vistos, desta vez, no lançamento de martelo. De Chorzow, o polonês Wojciech Nowicki, atual campeão europeu, competiu pela primeira vez na temporada e já conseguiu um lançamento de 78,52m, quarta melhor marca do mundo no ano, ao lado do espanhol Javier Cienfuegos.

Wojciech Nowicki tem como melhor marca pessoal um 80,47m (Grzegorz Celejewsi/Agencja Gazeta)
Katarzyna Furmanek venceu a disputa feminina, tendo o melhor desempenho de sua carreira, com 71,02m. Essa foi a primeira vez que a atleta quebrou a barreira dos 70 metros. A performance é também a oitava melhor do ano na disciplina. 

Outro campeão europeu a competir na Polônia foi Michal Haratyk, do arremesso de peso. Ele ficou na segunda colocação, com a marca de 20,12m, sendo superado por Konrad Bukowiecki, campeão mundial júnior em 2014, que fez 20,63m. Há dois dias, os dois já haviam se encontrando em Varsóvia, com nova vitória de Bukowiecki sobre Haratyk, com as respectivas marcas de 20,92m e 20,54m atingidas. 

Alemanha

Finalizamos nosso giro semanal de resultados do atletismo na Alemanha, que realizou uma série de pequenos eventos ao longo desta semana, em diversas cidades do país. O destaque ficou por conta de Philipp Trutenat, que teve a melhor marca de sua vida nos 100m rasos, com 10s27, em uma disputa em Bremen, no sábado (20).

A cidade de Leverkusen organizou uma série de disputas de campo. No salto com vara, o quarto colocado no último Mundial, Bo Kanda Lita Baehre, de 21 anos, venceu com 5,60m, melhorando em 20 centímetros seu resultado do Dusseldorf Flight Night. Quem também melhorou seu desempenho em relação ao evento da última semana foi Torben Blech, que fez 5,55m neste sábado.

Surte + Confira os destaques do atletismo no último final de semana

Foto: Eirik Forde/Bislett Aliance

Nenhum comentário:

Postar um comentário