Ponteiro chileno Vicente Parraguirre confia no crescimento do vôlei em seu país: "Temos jogadores para muitos anos" - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Ponteiro chileno Vicente Parraguirre confia no crescimento do vôlei em seu país: "Temos jogadores para muitos anos"

Compartilhe

Em um continente historicamente dominado por Brasil e Argentina, a seleção chilena de voleibol masculino busca se tornar uma nova potência do esporte na América do Sul. O ponteiro Vicente Parraguirre, um dos pilares do time do Chile, revelou acreditar que seu país é capaz de evoluir e de atingir esse patamar.

“O Chile tem jogadores para muitos anos, pelo menos para mais quatro", afirmou o atleta em entrevista à Federação Chilena de Voleibol. "A tarefa mais importante é continuar pensando na Campeonato Mundial e no próximo ciclo olímpico de Paris 2024."

O ano de 2019 foi positivo para a seleção chilena, que conquistou a medalha de bronze no Sul-Americano, feito que não realizava desde 1993. O país disputou também os Jogos Pan-Americanos - pela primeira vez desde 1971 - chegando às semifinais. A equipe competiu ainda na Challenger Cup, torneio que dá acesso a Liga das Nações de Vôlei, pela segunda vez na sua história, terminando na sexta e última colocação após derrotas para Eslovênia e Turquia

"Foi um ano muito emocionante", lembrou Parraguirre. “Acabamos de participar dos Jogos Pan-Americanos, que foram o torneio mais importante do ano para nós, e logo depois tivemos o Campeonato Sul-Americano. Reconstruímos nosso time e fomos recompensados ​​com a medalha. É um resultado que acho que nos escapou algumas vezes antes, então foi muito bom finalmente consegui-lo.”

Em janeiro de 2020, o país recebeu o Pré-Olímpico da América do Sul, que classificaria a melhor seleção entre quatro países para os Jogos, na cidade de Mostazal. Após um torneio equilibrado, com Chile, Colômbia e Venezuela vencendo dois dos três jogos, foram os venezuelanos que conquistaram um lugar em Tóquio por terem perdido uma partida no quinto set e ganhado um ponto extra.

Embora a vaga olímpica não tenha sido alcançada, Parraguirre destacou o papel da Federação Chilena para o desenvolvimento do esporte no país e para o crescimento da seleção.

"Nossa Federação está fazendo um ótimo trabalho ao levar voleibol para o Chile", declarou o atleta. “Nos últimos anos, nosso país recebeu vários jogos internacionais, incluindo amistosos, campeonatos sul-americanos e, mais recentemente, o Pré-Olímpico. Nossa vitória contra os Estados Unidos durante os Jogos Pan-Americanos do ano passado também teve uma grande repercussão no país. É um esporte divertido, com ótimo entretenimento, e é por isso que as pessoas chilenas que conhecem o vôlei se apaixonam por ele."

O ponteiro, que defendeu o SKV Usti nad Labem da República Tcheca na última temporada, sendo um dos poucos jogadores do país a atuar no exterior, comentou ainda sobre a experiência de jogar ao lado dos irmãos Matías e Tomás Parraguirre, que também representam a seleção chilena.

"Ainda me lembro da primeira vez que jogamos juntos pela seleção durante o Campeonato Sul-Americano de 2011", afirmou. "Sinto que tomei esse momento um pouco como garantido no passado, mas agora, olhando para trás, percebo que representamos o Chile juntos há nove anos, o que é fantástico e uma coisa muito legal de se fazer em família".


Foto: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário