Morre aos 96 anos Noël Vandernotte, medalhista olímpico francês mais jovem da história - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Morre aos 96 anos Noël Vandernotte, medalhista olímpico francês mais jovem da história

Compartilhe

Bronze como timoneiro nas provas de 'dois com' e de 'quatro com' no remo dos Jogos Olímpicos de Berlim de 1936, o francês Noël Vandernotte faleceu aos 96 anos em Gard, região localizada no sul da França, na última sexta-feira (26).

Vandernotte conquistou essas medalhas com Marceau Fourcade e Georges Tapie, no 'dois com', e com seu tio Marcel e o pai Fernand Vandernotte no 'quatro com', ao lado de Marcel Chauvigne e Jean Cosmat. Com 12 anos e 233 dias na ocasião, Noël foi o francês mais jovem a conquistar uma medalha olímpica na história de seu país.

Vandernotte competiu como timoneiro, atleta que conduz os demais remadores na frente do barco (Foto: Domínio Público)

O remador fez parte da Resistência Francesa durante a Segunda Guerra Mundial e depois tentou se classificar para as Olimpíadas de 1948, em Londres. Durante entrevista em 2008, ele detalhou sua experiência de competir nos Jogos de 1936, marcados pela influência do regime nazista da Alemanha na época.

"Quando cheguei a Berlim, havia bandeiras nazistas em todos os lugares, soldados armados vestidos de preto no meio de faixas suásticas", relatou. "Assim que voltei para a casa dos meus pais em Nantes, contei a eles quando tinha 12 anos: haverá guerra".

Vandernotte continua sendo um dos mais jovens medalhistas olímpicos até hoje, atrás do grego Dmitrios Loundras, que ganhou o bronze no evento de barras paralelas por equipes da ginástica aos 11 anos de idade nos pioneiros Jogos de Atenas 1896. Além disso, o francês era o medalhista olímpico de remo mais velho ainda vivo, posto que agora pertence ao americano Gordy Giovanelli, de 95 anos, ouro na prova de 'quatro com' nos Jogos de Londres em 1948.

Surte +: World Rowing divulga alterações no calendário de competições de 2021

Foto: Reprodução Twitter/oldestolympians

Nenhum comentário:

Postar um comentário